Anos de Os Deuses Mortos

VIII Oito Anos de Os Deuses Mortos

quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

Retrospectiva 2013

O número 13 costuma ser associado ao azar, porém 2013 foi ano de mudanças e revelações. Ficamos conhecendo melhor aspectos da nossa sociedade, vivemos momentos políticos importantes, decisões únicas. Estamos apenas no começo.
Dentre muitos momentos importantes de 2013 o maior deles foram as manifestações. Após abusos de poder e desperdício (para não dizer lavagem) de dinheiro com a copa do mundo. O povo foi às ruas, confrontou o autoritarismo do Estado e roubou a cena da abertura da Copa das Confederações.
Formada inicialmente por um público culto os manifestantes vaiaram a presidenta Dilma, foram bombardeados pela polícia, invadiram as ruas das principais cidades do país, tomaram o palácio da Alvorada. Os pedidos eram muitos, somente alguns foram atendidos. Porém a mensagem foi dada.
Dentre as reinvindicações estavam o inconformismo com o descaso político. Pela primeira vez partidos de bandeiras populistas viram o povo ir
as ruas sem seu envolvimento direto. Quando se viu acuado o Partido dos Trabalhadores enviou militantes para tentar roubar a cena, a resposta não poderia ser mais bela sob gritos de “aproveitadores” os militantes viram suas bandeiras serem queimadas pelo povo.
E pensar que tudo teve início por causa de R$ 0.20 mais especificamente pelo aumento do já abusivo preço das passagens de ônibus e metrôs de São Paulo. Fernando Haddad, prefeito de São Paulo, e Geraldo Alckmin, governador, foram a público reduzindo o preço das passagens.
Ainda no âmbito da política tivemos outro levante, dessa vez no universo erudito/artístico nomes como Danilo Gentili, Roger (Ultrage), Lobã e, Luiz Felipe Pondé se aliam a Luciano Huck, Rodrigo Constantino Reinaldo Azevedo e Olavo de carvalo em suas críticas politicas contra o PT.
No mesmo ano pudemos ver a face malévola, preconceituosa e perigosa da religião. O Pastor Feliciano, conhecido por seus discursos de ódio e preconceito, foi agraciado com o ministério dos direitos humanos. Aquele que sempre perseguiu as minorias passou a representa-las.
Feliciano carrega a bandeira de seu partido, por detrás da proteção da família o PSC se posiciona contra homossexualidade, casais divorciados, mães solteiras e todo aquele que não compartilhar de sua fé perseguindo e culpando. A cura gay já é divulgada em algumas igrejas evangélicas.
2013 também foi o ano em que o pastor Marcos Pereira, líder da assembleia de deus, foi preso acusado por estupro, incluindo de uma menor. 2013 também marcou o relançamento de “Deus, Um delírio” de Richard Dawkins pela Companhia das Letras.
Não poderia encerrar esta retrospectiva política sem falar do julgamento do mensalão, nunca antes na história desse país políticos foram presos e nunca antes criminosos condenados foram tão ridículos. Dirceu, Genoino e companhia haviam sido condenados, num primeiro momento eles tiveram o direito de ter uma de suas penas reavaliada. Notórios petistas, como Chico Buarque, comemoraram a justiça. Pessoas comuns ficaram estarrecidas e viram suas esperanças minguarem.
O julgamento fora precedido da mídia, a avaliação do embargo, que até então livraria Dirceu e os demais, a justiça fora ignorado. Artistas, jornalistas e formadores de opinião indignados cobraram novamente o Supremo, que em resposta, fez valer a lei e o resultado foi a prisão de políticos, que tentaram se dizer presos políticos.  Patéticos.
Tentativa patética de Genonio de se passar por preso político
No mundo das artes tivemos a consolidação da comédia Stand up, Rafinha Bastos conseguiu retornar a TV, primeiro em “A Vida de Rafinha Bastos” pelo FX e depois no péssimo A Liga da Band. De qualquer forma é a volta de um talento injustiçado pelo odioso pensamento do politicamente correto.
O Canal Comedy Central estreou no Brasil e tenta formular atrações nacionais, nenhuma delas é muito boa, porém os comediantes vem do Stand Up. Outro nicho tomado pelos talentosos humoristas foi o nosso cinema, cada vez mais tomado pelas comédias românticas – provavelmente o gênero mais imbecil e desprezível de cinema. O que não impede seu talento de brilhar.
Elenco do "Agora é Tarde"
maior representante do humor em 2013
O grupo porta dos fundos brilhou mais do que qualquer outro a internet permite o humor sem rédeas, como deve ser “nada é sagrado” satirizando nomes feios, marcas de sanduiche e até programas televisivos. Rendeu até um livro.
Porém o rei da comédia segue sendo Danilo Gentili, cada ano que passa Danilo está mais maduro, seu humor continua anárquico, porém suas críticas e posicionamentos ficam contundentes. Dono de enorme talento e apresentador do melhor programa da televisão dos dias de hoje Danilo é dono de ideias justas e sempre bem colocadas.
Ainda no mundo do entretenimento tivemos o retorno do “Homem de Aço” aos cinemas; Robert Downey Jr. Viveu novamente o Homem de Ferro; os contos de fadas foram sistematicamente destruídos em filmes médio-fracos. Já o mundo do terror estremeceu com “Invocação do Mal” em uma história supostamente real sobre investigadores paranormais e a visão de Spielberg sobre o presidente Lincoln chegou aos cinemas nacionais. 
"O Homem de aço" no ano em que Superman comemora 75 anos
O lado negativo dos movimentos artísticos fica para a tentativa de censura promovida pelo grupo “Procure Saber” encabeçado por Roberto Carlos, Gilberto Gil, Caetano Veloso, Chico Buarque e outros combatentes da censura que tentaram censurar bibliografias.
O sensacionalismo barato e a baixaria voltaram com força total pela tela da Rede Record com os programas “Balanço Geral” e “Cidade Alerta” dois lixos dedicados a explorar o sofrimento humano para a diversão do povão. Em um exemplo de péssimo jornalismo Marcelo Resende apresentou a morte dos policiais militares, assassinados por seu filho Marcelinho, como sendo obra de uma facção criminosa, em êxtase o jornalista aconselhou seus espectadores a não saírem de casa, pois haveria uma chuva de sangue. Até hoje existe gente por ai que duvida que Marcelinho tenha matado seus pais, tudo e
Balanço Geral: Sensacionalismo barato
 e exploração da miséria humana
m pró do jornalismo lixo.
Geraldo vai mais longe ele explora ao estremo almas sofredoras e colhe os frutos de ser “humanitário”, o apresentador revela a lógica torta do politicamente correto:  miséria alheia, violência e sensacionalismo realizado em horário onde crianças assistem televisão pode já críticas políticas, humor e sexualidade (em qualquer horário) são proibidas.
O esporte foi marcado por surpresas e decepções, o grande evento do ano a Copa das Confederações foi ofuscada pelas manifestações contra os políticos, contra a CBF e contra a FIFA. Dentro dos campos o movimento “Bom Senso Futebol Clube” exigiu condições humanas para atletas de todas as categorias, manifestações inéditas devolveram o poder do futebol a quem realmente o retém. Os jogadores.
Imagens do Bom Senso FC
 Dentro de campo o ano foi dos mineiros, Atlético e Cruzeiro surpreenderam e sagraram-se campeões e tiveram um ano festivo. Principalmente dos cruzeirenses campeões brasileiros e satisfeitos ao verem seu rival, o galo mineiro, ser assado pelo modesto Raja Casablanca do Marrocos protagonizando o mico do ano e mostrando mais uma vez, para quem tem dúvidas, Ronaldinho Gaúcho como a grande fraude do futebol brasileiro, Diego Tardelli e Jo como jogadores normais e Fernandinho, um atleta mediano que sabe correr e só.
Corinthians, São Paulo e os cariocas deixaram muito a desejar, o Corinthians fez o que deve ter sido a maior burrada de sua história – não renovou com seu técnico mais vitorioso Tite; o Palmeiras retornou a série A; Muricy Ramalho volta ao São Paulo para provar que time grande não cai enquanto o Palmeiras retorna a Série A, o seu lugar de direito.
Fluminense - Representante
 máximo da impunidade em 2013
No Rio de janeiro os torcedores do Flamengo terão um fim de ano maravilho seu time foi campeão da Copa do Brasil enquanto Vasco e Fluminense foram rebaixados para a série B – este ultimo conseguiu a façanha de ser o segundo time na história a ser rebaixado um ano após ser campeão. O outro foi o Manchester City.  Ou pelo menos seria.

Depois que dois times cariocas caíram para a série B o tribunal carioca da CBF virou a mesa e rebaixou a pobre portuguesa impedindo que o rico Fluminense caísse para a série B.

sábado, 21 de dezembro de 2013

O Natal dos Animes

Os defensores de Athena viraram enfeites natalinos,
menos Seiya que está embalado para presente

Kan´u Unchou e Ryomou Shimei são mais íntimas do que imaginavamos, elas deixam o destino de lado e passam o natal ao melhor estilo ikkitousen

Asuka e Rei ganharam seus presentes do Papai noel, Asuka ficou com Shinji e Kaji, já rei ganhou o cetro da Sailor Moon(!)

As meninas do Genshiken comemoram o natal, Oguie está envergonhada, mas certeza que está gostando, já Ohno está feliz por sua amiga, Saki, estar fazendo cosplay de mamãe Noel

Naru Narusegaua banca a mamãe Noel levando presentes
 para todos os moradores da pensão Hinata

As meninas deixam a obrigação de serem Sailor guerreiras e passam um natal comum. Da forma que elas sempre sonharam

As amigas de School Rumble dão um tempo nas loucuras (ou quase) e nos dão um presente. Quem será que teve a ideia?

Lala comanda o natal de To Love-Ru, provavelmente por não existir nada parecido em seu planeta

quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

TOP 10 - Episódios Perdidos

Existe um episódio perdido de “Os Simpsons” onde Bart morre, cujo final prevê a morte de todos os convidados especiais; que tal uma fita de VHS de Dragon Ball Z que trás a morte a quem assiste; Doug é abusado sexualmente; Angélica uma esquizofrênica; Patrick mata Bob Esponja em um episódio atormentador e que tal um filme perdido da Nickelodeon com canibalismo e pedofilia? Bem vindo ao mundo dos episódios perdidos da Creepypasta.
São todas lendas urbanas criadas para “explicar” buracos no roteiro de desenhos animados ou para brincar com situações absurdas dos mesmos ou apenas para se divertir. Sempre narrados em primeira pessoas essas histórias encontram-se em sites dedicados ao terror ou sobrenatural. Aqui vão alguns desses episódios perdidos.

Os Rugrats – aqueles que tem entre 20 e 30 anos devem se lembrar desse desenho exibido pelo SBT com o título “Os Anjinhos” narrava a história de quatro bebês e a prima chata e mimada de um deles, Angélica, em uma outra série os Rugrats cresceram e eram adolescentes. Pois bem uma das teorias trás uma versão mais sombria. Analisem os fatos.
Angélica é uma esquizofrênica, ela criou os Rugrats em sua mente, logicamente ela baseou-se em fatos reais. Chuckie, aquele garoto ruivo, morreu em um acidente de carro com sua mãe, por isso seu pai vive tenso; Tommy, seu primo, é um natimorto e seu pai incapaz de aceitar a realidade vive em seu porão fazendo brinquedos para o filho que morreu antes mesmo de nascer; os gêmeos foram criados a partir de uma criança abortada, Angélica nunca soube se seria um menino ou menina, portanto os gêmeos.
O universo de Rugrats se passa na adolescência de Angélica, onde ela imita sua mãe, morta por Overdose, e passa a consumir drogas, o que agravam sua doença, fazendo-a confundir passado com futuro. Cynthia, sua boneca, é uma imagem da mãe morta de Angélica. Gradativamente Angélica isola-se do mundo, passando a brincar com suas criações até sua morte por overdose aos 13 anos. Quando a série fora cancelada.

O espírito vingador de Yamcha – Narrado em primeira pessoa um fã de Dragon Ball Z encontra uma VHS do anime em um sebo especializado em filmes, a capa chamava a atenção por ser antiga e ter a imagem de Yancha borrada. Ao chegar em casa o narrador e seus amigos assistem ao VHS.
A abertura do anime era estranha, pois trazia uma imagem borrada de Yamcha ao lado dos outros personagens, o título do anime era “A Vingança de Yamcha” animados por estarem vendo um episódio perdido todos se concentram na história. Os guerreiros Z comemoravam o fato de terem vencido Majin Boo quando Kuririn entra na casa, Goku pergunta sobre Yamcha. A tela fica negra, os personagens gritam, ao voltar à imagem todos estavam mortos, Yamcha olha para a tela e diz “não há como fugir de mim”.
Todos que estavam assistindo ficaram com medo, durante a noite o narrador acorda e vê seus amigos mortos, ele tenta jogar o VHS no esgoto, mas a fita voltava para sua casa, no dia seguinte ele jogou a fita de volta no sebo onde comprou. Seu primo teria comprado à fita e sido morto durante a noite.

Doug é molestado pelo Sr. Dink – Doug foi um grande sucesso da TV Cultura, que depois passou em outras emissoras, também era transmitido pela Nickelodeon, que produzia a série. Segundo teorias o Sr. Dink seria um pedófilo que abusaria de Doug.
O Sr. Dink não tinha filhos, ele vivia aparecendo atrás de Doug, o convidada para ir a sua casa mostrar as compras e ainda era líder dos escoteiros. Em um dos episódios Doug encontra o Sr. Dink sem calças na floresta.
Para suportar os abusos Doug usava LSD, roubados de sua irmã, por isso tantas viagens e a raiva de sua irmã quando Doug entrava em seu quarto.

Grimland o filme cancelado da Nickelodeon – Narrado por um funcionário da Nickelodeon nos anos 90 o cara comenta sobre um projeto de uma série de terror para crianças e um filme para a TV dessa mesma série. Na época as animações tornavam-se cada vez mais adultas introduzindo assuntos perturbadores como Helga obcecada em Hey Arnold! Ou A Vida Moderna de Rocko.
Existe uma fita em áudio narrada por um produtor do canal que explica o seriado/filme - Duas crianças pedalavam juntas em uma noite de outono, tendo um nevoeiro ao fundo, uma delas cai, se machuca e pede ajuda, na cena seguinte vemos um garoto arrastando o outro em sua bicicleta, seguido por um barulho de carne sendo rasgadas e gritos de crianças. Essa era a abertura de Grimland.
O enredo era sempre alterado, mas tinha como base dois amigos um de 13 anos e outro de 16 anos.  O de 13 tinha um pai abusivo, que estuprou uma garota, a mesma ingressou a bruxaria onde evocou o nevoeiro, composto de canibais que matavam crianças!
A história era intercalada por suicídios, cenas de cérebro espalhadas pelo chão, canibais devorando crianças incluindo um suicídio que “não fora encenado”. Em completo desespero o entrevistador narra que quase foi demitido quando perguntou sobre o filme e dizia-se atormentado pelas imagens, uma de suas ultimas lembranças onde uma menina de seis anos de idade foi estuprada por seu pai, pouco depois o relator se suicidou.

Os Muppet recebem o diabo – Narrado por um fã que jura ter visto na infância uma edição de “The Muppet Show” onde o convidado chamava-se Satan, um boneco cor de laranja com dois chifres e dentes de morcego. A cena muda para uma porta entreaberta, ruídos substituem as músicas alegres.
Quando a imagem volta ela mostra Caco um pouco diferente, detalhes estavam mudados, muda-se novamente a cena, caco estava estirado em um sótão sendo puxado por uma força invisível enquanto se retorcia. Esse episódio nunca mais foi ao ar e poucas pessoas se lembram.

Cry baby Lane – Um filme perdido d Nickelodeon, exibido uma única vez onde dois irmãos descobrem uma história de assassinato. Duas irmãs siamesas uma boa e outra má foram mortas pelo pai e cerradas ao meio, sendo enterradas em lugares diferentes. Ao saberem da história os irmãos tentam entrar em contato com a boa e despertam o espírito da má. Que acaba por possuir toda a cidade.
O filme fora criticado pelos pais e nunca mais fora exibido, hoje em dia existe uma versão na internet, porém é uma versão amenizada. Uma outra versão narrada por um funcionário da produção do filme trás dados mais sinistros. O narrador da história conta que trabalhou com o diretor Peter Lauer, um colecionador de Snuffs movies.
A ideia era mostrar dois irmãos trazendo um espírito à tona e se esforçando para fazer tudo voltar ao normal, assim como aqueles seriados dos anos 90 com histórias de terror. O narrador relata que ele era o único livre do poder de persuasão do diretor, algumas de suas ideias eram estranhas como matar um dos protagonistas no meio do filme ou gêmeas siamesas canibais.
O narrador afastou-se do filme após ver fotos de uma criança mutilada, provavelmente retirada de um snuff do diretor, a qual entraria no filme. Porém ele nos afirma que as cenas do menino mutilado foram inseridas de maneira subliminar e as crianças que assistiram ao filme tem essas memórias em nível inconsciente.

Influências Macabras na Nickelodeon – Durante a produção de “Cry baby Lane” Lauer deu algumas ideias que não entraram no filme, mas acabaram sendo usadas nos desenhos da Nick. São elas:
Lauer sugeriu que um homem com nariz de Lula aparecesse na frente de dois irmãos, tirasse suas calças na frente deles e os estuprassem. Pouco depois estreou “Bob Esponja” com Lula Molusco entre os personagens principais. Em outra cena os irmãos capturariam um esquilo, o colocasse em uma jarra com areia e o afogasse em um lago, Sandy (areia em inglês) é outra personagem de Bob Esponja.
Outra ideia era fazer dois meio irmãos morarem juntos após sua mãe ter sido canibalizada pelo pai meteorologista. Pouco depois estreou o seriado Drake e Josh sobre dois meio irmãos cujo pai é meteorologista.
Lauer haveria sugerido que o irmão mais novo tivesse uma casinha de cachorro onde guardaria fetos juntamente a uma substância que ele envenenaria sua mãe para ter relações sexuais com seu padrasto. Ginger estreou logo em seguida.  

Porque Carlos Villágran abandonou o seriado “Chaves”? – segundo rumores um TCC apresentado em Curitiba trazia uma investigação sobre a saída de Villágran, interprete do Quico, do seriado. O motivo teria sido um episódio polemico.
Bolaños, criador do seriado e interprete do Chaves, apresentou um episódio a Televisa que fora considerado repulsivo e inadequado para qualquer pessoas assistir. Uma cópia pirata circula por ai. Em 1074 Chaves, Quico e Chiquinha entram na casa de Dona Clotilde e descobrem que ela realmente é uma bruxa! Os eventos desse episódio repercutiriam nos próximos episódios; o episódio onde os moradores comem insetos também seria mais sombrio. Ambos foram alterados pela televisa.
Nada se comparava ao que estava por vir. O episódio perdido de Chaves começa de maneira comum Chaves brinca com um patinete do Quico, que fica com ciúmes. É ai que as coisas mudam.  Seu Madruga recebeu um bofetão de Dona Florinda, seu nariz começa a sangrar e ele morre. Como ele fora boxeador no passado seu cérebro possuía hematomas, um deles estourou com a bofetada.
Dona Florinda fora presa diante de Quico. Chiquinha tenta suicídio. Relatos de pessoas que assistiram ao episódio contam que Dona Clotilde carregava um enorme livro negro e numa cena seguinte Chiquinha sorri ao ver o que parece ser um homem magro envolto em um lençol branco.

  “Patrick’s Leg” – Trata-se de um episódio perdido de Bob Esponja, encontrado apenas em sites obscuros, Bob e seu amigo Patrick vão surfar na areia, algo sai errado e Patrick quebra a perna. A abertura é sóbria e a estrela do mar gritava de maneira desesperada.
A perna quebrada de Patrick chama a atenção de garotas peixe, deixando Bob com ciúmes, após discussões Bob atinge a perna de Patrick com uma pedra, a tela fica preta, estática e dublagem fora de tempo. Temos outra cena Patrick abre o estômago de Bob Esponja com um pedaço de coral e retira seus órgãos internos sussurrando “eu sabia que esse dia chegaria” enquanto Bob ria baixinho.

A Morte de Bart – Reza a lenda que existe um episódio perdido de Os Simpsons, mais especificamente o ultimo episódio da primeira temporada. O número do episódio é 7G44 intitulado Dead Bart escrito pelo próprio Matt Groening. Atualmente o episódio é considerado maldito e um incômodo quando mencionado em convenções.
Este episódio é narrado por um fã, após uma convenção conseguiu encontrar-se com Matt. Ao ouvir a pergunta sobre o episódio perdido Matt ficou pálido, a cor de seus olhos desapareceu, tremendo o criador dos Simpsons escreveu algo num pedaço de papel, deu ao fã e foi embora.
A anotação de Matt era um endereço na Web que logicamente o fã digitou o endereço na barra de busca. O site destruiu a memória de seu computador, mas havia um episódio de baixa qualidade, igual aos primeiros, nele Homer estava mais bravo que o normal, Bart parecia ter raiva dos pais, Marge estava deprimida e Lisa ansiosa.

Durante uma viajem de avião, de tanto aprontar Bart quebra a janela do avião e é sugado para fora, com um close no corpo de Bart. No segundo ato os Simpsons estavam chorando, o terceiro ato se passa um ano depois Homer, Lisa e Marge estavam mais magros, não havia sinal de Maggie ou dos animais. Os três vão ao cemitério visitar o túmulo de Bart. A cena se afasta, vemos lápides com os nomes dos convidados especiais de todas as temporadas de os Simpsons, com nomes que ninguém tinha ouvido falar em 1989, todos com datas de morte. Em casos como Michael Jackson a data confere com a da lápide.

sábado, 14 de dezembro de 2013

Francys Slaviero

A mamãe Noel desse ano é uma florianopolitana de 27 anos, Francys, que considera-se chique e elegante, se não fosse tão modesta ela diria linda “estou feliz com meu corpo. Acho que é importante você saber se gostar. Se você tiver algum ‘defeitinho’ é sempre bom saber usa-lo como charme”. Alguém consegue imaginar a parte preferida de seu corpo? “Meu peito, bumbum e pés. Fica difícil definir uma parte do meu corpo, pois eu me amo como sou”. Nós também.
Seu sonho é formar-se em nutrição, para ai sim concretizar outras realizações como família, independência e uma segunda formação em jornalismo. Atualmente ela segue como modelo. Para Francys uma pessoa chique é alguém que recebeu uma boa educação e conseguiu desenvolver com seu lado social; é ter seu estilo bem definido, adaptado as normas sociais sem vulgaridade.
Francys não abre mão do seu bem estar, está sempre indo para uma praia ou lugares que lhe tragam boas recordações e não economiza em “simpatia, sorriso (adoro sorrir), palavras de conforto, em fim com coisas que fazem-se sentir bem e deixar os amigos felizes”.

Medidas:
Altura: 176 cm
Busto: 88 cm
Cintura: 60 cm

Quadril: 90 cm


























































quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

A origem do Natal

Está sendo relativamente comum pessoas dizerem que dezembro não é o mês do Papai Noel, mas sim a comemoração do nascimento de Jesus. Se quisermos ser corretos teriam que dizer: “Dezembro é a comemoração do deus Frey – deus da fertilidade”.
Frey é um deus origem sueca, que espalhou-se pelo mundo nórdico. Soberano da abundância e da prosperidade Frey era o deus da fertilidade – representado como um falo gigante Frey também era associado ao cavalo, símbolo de virilidade, e ao javali, símbolo da proteção, o mês de dezembro era dedicado a Frey.
Quando os cristãos impuseram sua religião ao mundo eles aproveitaram datas existentes para fazer sua religião pegar. Em dezembro comemora-se o solstício de inverno, chamado Yule (literalmente roda) acreditava-se que no dia 25 de Dezembro o sol girava no céu, as pessoas faziam rodas de galhos e palha, que viriam a ser substituídas pelas guirlandas
Frey, cuja imagem fora roubada
pelos cristão para desenhar cristo
natalinas.
Outra tradição herdada de Frey é a de comer porco no final do ano. Frey era um deus alegre e jovial, que adorava jantares e festividades. No final de cada ano comia-se o javali, como forma de incorporar o deus Frey, o cristianismo roubou esta ideia na descrição da santa ceia e na tradição de comer porco no final do ano. Sob a ridícula afirmação de que devemos comer animais que fuçam para frente.
Até mesmo a aparência de Jesus é roubada de Frey, Jesus nasceu onde hoje localiza-se a palestina, seria impossível ele ter olhos claros/verdes, barbas e cabelos cor de trigo/ruivos, túnica e calça branca. Esta imagem que celebramos é a imagem do deus Frey. Sempre que um cristão coloca uma imagem de Jesus na parede ele está adorando o deus pagão Frey.

Os aldeões usavam sinos para avisar da chegada de Frey, isso é no mês de Dezembro, mais uma tradição adaptada para o natal. Frey era representado com um chapéu pontudo, representando o símbolo fálico. Frey era conhecido como: deus da colheita; brilhante; sábio guerreiro; sacerdote; doador de riqueza; poderoso; governante do povo; fértil e deus do mundo. Qualquer semelhança com Jesus não é mera coincidência.  

sábado, 7 de dezembro de 2013

O Tabu da sexualidade: E na hora do sexo, o que elas preferem?

Muitas gatas passam pelo Blog “Os Deuses Mortos”, todo o mês contamos com uma musa, conhecemos um pouco mais de sua vida. Chegou a hora de ouvir suas preferências na casa, saber do que elas gostam e espantar esse Tabu da sexualidade de ser algo proibido ou sujo.

Aninha
“Gosto e pratico todas as posições, mas de quatro ganha em excitação. Num lugar de surpresa com muito amor e sexo”.








Cacau
“Acho o perigo super excitante. Talvez transar em um lugar público, mas que seja discreto”.
“Ah. Lembrei de um fetiche que tenho e sempre esqueço de falar, que é transar com homem em trajes, digamos, profissionais. Pode ser advogado, médico, piloto, comissário, bombeiro...”



Carol Miranda
“Adoro sexo oral, acho que desde esse começo tem que dar e receber, dai é sempre um prazer cair de boca”.


Catia Carvalho
Qual sua posição preferida?
“Adoro todas, mas de quatro, olhando pra trás, com o movimento da cabeça, pra ver a cara de prazer e êxtase do parceiro, é algo demais, extraordinário mesmo”.
“Sempre prefiro ouvir sugestões, além das minhas preferências, para posições: de quatro, eu por cima, em pé encostada numa parede e de ladinho”.  


Franciely Jacobsen
No sexo vale tudo?
“Acho até que vale, mas é preciso ter uma relação muito forte e confiante”.
Posição, qual a melhor?
“Como a grande maioria das mulheres... de quatro! Com certeza!”




Gisele Corrêa
“Adoro revezamento de chupadas, por isso vou logo oferecendo para receber igual. Cavalgadas de frente e de costas, acabam acontecendo naturalmente, vou logo subindo para controlar o jogo”.





Jéssica Corrêa
“Gosto de metidas certeiras, exatas. E, quanto mais vaivém, mais parece que eu derreto por dentro”. 




Mulher melão
“Gosto muito de duas posições: de quatro e por cima. Na primeira entra tudo. Dá muito mais tesão. E a segunda te dá controle total da transa”.







Nicole Bahls
Como você é na cama?
“Eu gosto de dominar”
E quais são suas profissões preferidas?
“De quatro e 69”.







Paula Galvão
“A partir de boas lambidas e chupadas as metidas são naturais, desde que o pau continue duro, como eu gosto dai dou umas boas cavalgadas. Troco a dominação por umas metidas de quatro, justo!”





Renata Ferreira
“Posição já é uma coisa que me excita. De quatro, porque é imbatível. Mas também gosto de um bom ‘papai e mamãe’, porque esfrega o grelo. Sempre com oral nos dois – fundamental – forte na pica”.





Samara Leite
“Gosto que o parceiro me pegue de jeito, com as mãos fortes, que imponha seu jeito másculo”.
“No sexo vale tudo sim, desde que traga prazer para ambos”.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...