VIII Oito Anos de Os Deuses Mortos

VIII Oito Anos de Os Deuses Mortos

quarta-feira, 29 de outubro de 2014

TOP 10 – Filmes sobre o Halloween

Todos sabemos que o mês de Outubro é sinônimo de Halloween, pensando nisso selecionamos 10 filmes que se passam na noite do dia das bruxas para você escolher sua diversão macabra.

Contos do Dia das Bruxas – 2007
Coletânea de contos que se entrelaçam, todos ambientados na noite de Halloween, explorando as lendas envolvendo a data comemorativa, culminando em uma homenagem ao mestre John Carpenter. A melhor história envolve um ônibus escolar que transportava crianças especiais e caiu em um rio matando a todos. Agora jovens alunos pretendem explorar os destroços.  “Conto do Dia das Bruxas” é um filme de terror sério, produzido por Bryan Singer (diretor de X-Men e Superman – O Retorno) e estrelado por Anna Paquin. Não deixe de ver o documentário que acompanha o DVD explicando todas as simbologias da data.

O Corvo - 1994
Roqueiro planejava-se casar-se na noite do Halloween, porém sua noiva envolveu-se em programas sociais protegendo desabrigados e usuários de drogas, o que desencadeia a ira de gangue local e os dois são mortos. O espírito dele não consegue descansar e um ano depois um corvo trás sua alma de volta, na noite do Halloween, para ele ter sua vingança. O maior sucesso de Brandon Lee, que morreu em um acidente durante as filmagens. Não é um filme de terror, mas o clima sombrio e a imagem do espírito vingativo dão o tom nesta aventura sinistra.

Halloween – 1979
Clássico absoluto do terror dirigido por um dos mestres do gênero John Carpenter optou pelo simples, esta é uma de suas marcas aquilo que não conhecemos é mais assustador. Michael Meyers é o mal, sem mais nem menos. Aos nove anos o pequeno Michael matou sua irmã. Trinta anos depois Michael fugiu do asilo onde esteve e volta para sua cidade, seu psiquiatra, o Dr. Loomis, parte ao seu encalço. Ao tentar criar o bicho papão e usar um feriado típico Carpenter criou um monstro que permanece vivo até os dias de hoje. Obrigatoriamente Halloween deveria estar nesta lista, este primeiro filme foi escolhido para representar a franquia.

A Hora do Terror – 1985
Um verdadeiro clássico da Sessão da Tarde – uma sessão de filmes exibidos nas tardes do SBT entre as décadas de 1980 e 1990 – muitos deles eram filmes de terror. Nós já sabíamos que em todo Halloween a televisão do Silvio Santos exibia este filme. Em uma pequena cidade cinco amigos descobrem a lenda de uma bruxa e tem a brilhante ideia de roubar as roupas da bruxa. Acidentalmente os amigos encontram um pergaminho e o anel da bruxa como resultado os mortos ressuscitam, a sua maioria como zumbis, dispostos a se divertirem, infelizmente alguns não estão a fim de festa. Filme leve e divertido, ideal para introduzir as crianças ao gênero.

Jack-O O Demônio do Halloween - 1995
Jack-O é o nome dado aquelas abóboras entalhadas onde os americanos colocam uma vela dentro criando caretas assustadoras simbolizando um homem tão detestávem que após sua morte ele foi rejeitado pelo diabo. No filme Jack-O é um demônio que volta a vida na noite do Halloween, a lendária rainha do grito Linnea Quigley, interpreta uma babá que procura sua irmã devassa enquanto tenta salvar duas crianças. Qualquer semelhança com Halloween não é mera coincidência. Jack-O não é um grande filme, mas é um trash de respeito.

Noite Sangrenta – A Lenda de Mary Hatchet – 2009
A pequena Mary é uma doce menina, fruto de um lar amoroso, que está prestes a entrar na puberdade, o que ninguém imagina é que sua primeira menstruação desencadearia um caso de psicose orgânica, Mary matou seus pais e terminou seus dias em um hospital psiquiátrico. Mais de 30 anos depois a tragédia virou lenda. Em uma noite de Halloween alguns amigos resolvem invocar o espírito de Mary, durante a festa mortes começam a acontecer. Com Danielle Harris.

A Noite dos Demônios – 2010
Dificilmente eu recomendaria um remake, porém este “A Noite dos Demônios” é um raro exemplar de um remake que supera o original. Angela prepara uma festa de Halloween em uma casa abandonada, onde ocorreu um massacre no passado, três amigas preparam-se para a festa. Porém a polícia interdita o local e agora poucos festeiros restam na mansão abandonada que guarda os restos mortais de demônios que possuem os corpos de Angela e seus amigos. Um filme de terror divertido com três beldades: Diora Baird, Monica Keena e Bobbi Sue Luther.

Possuída - 2000
Um dos melhores filmes de terror da primeira década do século XXI. Temos duas irmãs que divertem-se simulando e fotografando cenas delas mortas ou pensando em maneiras divertidas de morrer. Como se imagina elas não são muito populares, as duas irmãs aproveitam uma fera que devora cachorros para matar o cão de uma desafeta, é ai que Ginger é atacada e começa uma lenta e impressionante transformação em lobisomem. O filme aproveita uma antiga crença que associa a menstruação a bestialidade. O epílogo ocorre na noite de Halloween onde a irmã não bestial tenta recuperar a humanidade em Ginger. Uma pérola canadense obrigatória.

Pumpkin Karver – 2006
Quando o jovem e tímido Jonathan vê sua irmã Lynn ser atacada durante o Haloween ele a salva matando o maníaco, o que Jonathan não sabia é que o atacante era o namorado de sua irmã. Tempos depois os dois irmãos tentam recomeçar, Jonathan e Lyn vão para a cidade de Karver, participar de uma festa de Halloween. Durante a festa, em um milharal, as pessoas começam a morrer, Jonathan vê o espírito do namorado de sua irmã. O título estranho diz respeito à arte de entalhar abóboras, criando lanternas para o Halloween. Em tempo destaque para a morte de Charity Shea, que morre se masturbando diante de uma câmera.

Stan Helsing - 2009

Stan é um vagabundo funcional, ele é um balconista de uma vide locadora e está ansioso para curtir a festa de Halloween com seus amigos. Seus planos são atrapalhados quando seu gerente o obriga a levar alguns filmes para a mãe do dono da locadora que vive em um condomínio fechado que antigamente era um estúdio de cinema dedicado ao terror que ardeu em chamas. Ao mesmo tempo seis dos principais monstros do cinema estão atrás de Stan, uma antiga profecia afirma que Stan Hellsing é um caçador de monstros. Comédia dos produtores de “Todo Mundo em Pânico” que garante a diversão dos fãs e ainda conta com a linda Diora Baird no elenco.

sexta-feira, 24 de outubro de 2014

Hypercomix: Uma Experiência Editorial

É relativamente comum encontrarmos blogs ou sites dedicados a sátira ou contos criativos sobre determinado anime ou seiriados. Este é o benefício da internet, nem sempre foi assim. Em meados dos anos 1990 a internet era um luxo para poucos – desconhecida, cara e ligada a linha telefônica poucas pessoas tinham acesso a ela. As informações eram feitas exclusivamente por revistas impressas.
Os mangás inexistiam no Brasil, os pouquíssimos materiais que chegaram aqui eram publicados em formatinho como comix. Mesmo estes tinham um campo reduzido, os fãs ficavam limitados a alguns títulos. Publicar material nacional era um sonho distante, sua única chance era trabalhar para o Maurício de Souza.
Foi neste senário que surgiu a Hypercomix, uma revista dedicada a publicar histórias de desenhistas e roteiristas nacionais, aproveitando a onda dos Cavaleiros do Zodíaco tudo quanto era anime e mangá eram anunciados em revistas especializadas, fãs compravam fitas de vídeo (o velho VHS) e/ou mangás importados dos EUA ou do Japão, alguns copiavam e revendiam a preços simbólicos. Algo único em nosso mercado – sim houveram imitações, mas sem a mesma qualidade e a mesma periodicidade.   
A Hypercomix foi uma experiência editorial ousada para sua época publicada pela Magnum sob a tutela de Sérgio Peixoto e do finado José Roberto Pereira o JRP – para aqueles que não se lembram (ou não sabem) os dois foram responsáveis pela publicação da melhor revista sobre animes lançado em nosso mercado a “Animax” (em breve uma matéria).
A primeira fase da Hypercomix
era repleta de malícia
“Nós viemos para confundir, não para explicar” este era o título do primeiro editorial da revista, reza a lenda que tudo começou quando um pessoal de Manaus, encabeçado pelo João Vicente – JVC (João Vicente Company) enviaram um material para a revista Animax número 11. O diretor técnico da editora encontrou o material sobre a mesa do Peixoto e o resto é história.
O editorial ainda trazia uma proposta tão ousada quanto necessária: “... o que queríamos era um fanzine nas bancas, de preço barato e com gente nova publicando suas ideias espontâneas e loucas, com um pouco malícia e erotismo para temperar”.  E por algum tempo a coisa deu certo.
JRP sempre teve uma visão editorial aprimorada e a frente do seu tempo, do tipo que incomoda, Peixoto é um apaixonado por animes enquanto JVC um talento. A década de 1990 permitia este tipo de material, Os Cavaleiros do Zodíaco abriram portas e o plano Real salvou nossa economia.
 Infelizmente ideias novas e ousadas costumam ser mau vistas em um mercado engessado onde os mesmos modelos e profissionais se acomodam. Brigas internas decretaram o fim da “Animax” e como já disse o resto é história.
A Hypercomix teve duas fases a primeira, que durou quatro edições chamada “fase de testes” cheia de piadas sexuais e cenas de nudez. A segunda, mais longa, sem as cenas de sexo, mantendo a malícia, o humor inteligente que respeitava os fãs. A publicação mantinha uma regra de ouro do humor: “nada é sagrado” e sobrou para todo mundo – Cavaleiros do Zodíaco”, “Sailor Moon”, “Street Figther” e muitos mais.
A primeira edição trouxe na capa “Los Caballeros
Los Caballeros Ridículos:
O "Mestre do Pau sequestra a Virginal Saori
Ridículos” aproveitando o título em espanhol com o qual Cavaleiros do Zodíaco passavam na Rede Manchete trazendo em quatro partes a saga dos cavaleiros de Athena: Seya (um corno metido), Shiryu (o cemedor), Hyoga (que vivia dormindo), Shun (o rapaz alegre) e Ikki (outro comedor) defendiam Saori (uma moça virginal que dava para todo mundo) da fixação do Mestre do Pau – cujo interesse era comer Saori. Deu para pegar a ideia?
A Hypercomix se foi mas deixou algo mais do que boas lembranças, com um pouco de boa vontade e visão de mercado é possível explorar um ramo editorial largado a mediocridade – os fãs de animes costumam ser maltratados com publicações preguiçosas, repletas de matérias mal escritas e resenhas preguiçosas. Muitos talentos são desperdiçados.
Em tempo atualmente JCV mantém um Blog onde posta seus desenhos, que já eram muito bons na época hoje estão aprimorados. Vale a pena conferir:

sábado, 18 de outubro de 2014

#MudaBrasil




Em junho do ano passado o país saiu as ruas em busca de mudanças, cansados do atual governo, que de símbolo da esperança se converteu em sinônimo da velha política. A falta de um líder fez com que esta mudança colasse em Aécio Neves. Situação muito parecida a do final da ditadura militar. O país clamava por mudanças e diversos segmentos uniram-se em torno de Tancredo Neves, grupos políticos uniram-se a ele desde Comunistas a membros da frente liberal, que apoiavam o governo militar.
Não é incoerência, é desejo de mudança pessoas diferentes unem-se em pró de um bem maior, na época de Tancredo o desejo era o fim da ditadura militar, hoje é o fim da ditadura petista e o desejo de ver o Brasil voltar a crescer e conseguir avanços importantes na área da educação e saúde. Conforme foi pedido nas manifestações do ano passado.


Veja quem está do nosso lado apoiando Aécio Neves pela mudança no Brasil:



Bernardinho
Beto Guedes

Chitãozinho e Xororó

Eduardo Jorge do PV
Henrique Portugal do Skank

Alexandre Frota

Lobão

Luciano Huck

Marina Silva
Minotauro e Wanderlei Silva

Neymar divulgou vídeo apoiando Aécio

Renata Campos - Viúva de Eduardo Campos
Rogério Flausino e Wilson Sideral do J. Quest

Ronaldo

Roger


Stepan Nercessian

Tuca fernandes

Wanessa e Zezé Di Camargo

Zico





quarta-feira, 15 de outubro de 2014

Carlotta Champagne

Outubro é o mês do Halloween, como não poderia deixar de ser temos um ensaio especial para a data, à modelo americana dedicada a realizar ensaios sensuais, ela usa e abusa de seus atributos naturais – absolutamente deliciosos.
Carlotta é formada em artes plásticas, especializada em artes com cerâmica a moça é perfeccionista com tudo o que ela faz. Natural da Flórida Carlotta tem 31 anos e está no auge de sua beleza.
Como estamos no Halloween o blog optou por uma fantasia especial, uma homenagem a um dos melhores filmes de todos os tempos e ao mesmo tempo um cult movie – Laranja Mecânica.
Medidas
Altura: 168 cm
Busto: 81 cm
Cintura: 61 cm

Quadril:  91 cm

















sexta-feira, 10 de outubro de 2014

Jade de Mortal Kombat

Jade é uma assassina de origem nobre, natural do reino de Edenia, a ninja esmeralda ficou órfã após a invasão de Shao Kahn a seu reino. Jade também é considerada uma das personagens mais bonitas de Mortal Kombat (tarefa difícil) muito deve-se a sua sensualidade e a pele amendoada com olhos verdes.
Os pais de jade eram fieis ao rei Jerrod e a rainha Sindel, após a derrota de seu reino Shao Kahn adotou Kitana como filha e obrigou jade a ser guarda costas da princesa. Sua força e suas habilidades de combate contribuíram para a escolha do imperador. Ambas eram amigas de infância – Jade avia prometido para rainha Sindel que protegeria sua amiga. Jade tinha entre nove e dez anos de idade quando Outworld derrotou Edenia no Mortal kombat. Esta é uma das poucas informações conhecidas sobre a infância de Jade. Ambas as ninjas tornaram-se assassinas de Kahn.
Jade serviu ao imperador por 10 mil anos como assassina e servindo seu mestre no Mortal Kombat auxiliando-o a dominar outros mundos e conquistando almas para seu mestre. Pai adotivo de sua melhor amiga.
Após Kitana descobrir que Shao Kahn não era seu pai e que este havia destruído seu reino natal, assassinado seu pai e provocado o suicídio de sua mãe a assassina azul foge de Outworld. Jade foi enviada para capturar e matar a traidora Kitana, ao lado de Reptile a ninja esmeralda ignorou as ordens do imperador e une-se a sua amiga de infância e aliam-se a Raiden, lutando pelo reino da terra no Mortal Kombat.  
A aliança ia muito bem até que o imperador ressuscita a rainha Sindel, que torna-se uma das principais inimigas das duas amigas, irmãs em coração. Determinadas, mais do que nunca, a derrotar o imperador.
Jade apareceu pela primeira vez em “Mortal Kombat 2” – para Mega Drive e Super Nintendo, como jogadora secreta. Tornando-se personagem jogavel em Mortal Kombat 3. Na versão atual “Mortal kombat Komplet Ediction” Jade possui opções de roupas incluindo um modelo retrô e um sem máscara.
Irina Pantaeva viveu
Jade nos cinemas
No cinema Jade apareceu no filme “Mortal kombat 2: Aniquilação” – Inspirado em Mortal Kombat 3 Ultimate – o filme trazia uma penca de personagens que apareciam e desapareciam, sem nenhum ser explorado. Neste quesito Jade teve sorte, sua aparição possui começo, meio e fim.
Outro ponto positivo para Jade, a personagem foi vivida pela modelo Irina Pantaeva a qual emprestou beleza e sensualidade para a ninja. Em alguma coisa o filme foi fiel ao jogo.
A pergunda que não quer calar Jade é uma vilã? Se formos ser rigorosos ela é aquela vilã que muda de lado, algo comum em muitas mídias – jade cresceu fiel ao imperador, ela passou 15 anos aprendendo e obedecendo ordens, fica fácil de imaginar Jade e Kitana deveriam acreditar que estavam do lado dos mocinhos.
Porém não devemos nos enganar jade é uma assassina fria, que se diverte decapitando seus adversários.



Ficha
Idade: 25 anos
Altura: 170 cm

Fatalites (PS3)
Fatality 1: cima – cima – baixo – frente – quadrado (tela toda)
Fatality 2: trás – baixo – trás – baixo – bolinha (a um passo)
Stage Fatality: trás – frente – baixo – defesa (colado)

Babality: baixo – baixo – frente – trás – triângulo (um pulo)


terça-feira, 7 de outubro de 2014

Alckmin e Serra: Soberanos em São Paulo


Após receber a notícia de que havia sido eleito José Serra o eleitorado agradeceu de maneira singela nas redes sociais com um simples, porém verdadeiro, “Obrigado São Paulo”, Geraldo Alckmin postou uma foto com sua família – são homens diferentes, Serra preserva sua família, já atacada por petistas, enquanto Alckmin mostra a todos suas raízes.
 Suas decisões também foram diferentes Alckmin é o governador em exercício, com direito a reeleição, Serra estava amargando uma aposentadoria forçada e decidiu concorrer ao senado na ultima hora. Em comum apenas uma perspectiva muito difícil pela frente: Serra tinha como adversário Eduardo Suplicy, um dos senadores mais antigos da casa, que ocupava sua cadeira desde 1990 e possui muita fama entre os eleitores que o consideram honesto e identificam-se com ele; Alckmin enfrentava sabotagens disfarçadas de greve, criticas constantes de programas policiais televisivos, uma seca e dois candidatos com o rótulo de “novos” Skaf (novo na política) e Padillha (ex-ministro de Lula e responsável pelos médicos cubanos).
Não se pode dizer que a vitória de ambos foi surpreendente, ambos são nomes fortes e queridos, porém a maneira como se deu foi surpreendente: Alckmin venceu no primeiro turno com 57.31% dos votos válidos, 7.636,099 votos a frente de Paulo Skaf e 8.342.223 votos a mais que Alexandre Padilha; Serra contou com 58.48% dos votos contra 32.53% de Suplicy, uma diferença de 4.929.375 votos.
Ambos foram eleitos por seus méritos, Alckmin possui uma avaliação positiva de seu governo que sustentou-se mesmo durante os protestos do ano passado, o PSDB vem governando São Paulo desde 1995 quando Mario Covas foi eleito – sempre com ótimas aprovações, Alckmin possui um governo bem avaliado; Serra venceu uma eleição que muitos consideravam impossível devido aos 24 anos de Suplicy no poder, Serra apresentou propostas contundentes, como lutar por uma distribuição de renda mais justa para São Paulo, contra as não propostas de Suplicy, que vinha ganhando fama de não fazer nada (em 24 anos ele fez pouco)  e suas gafes constantes na televisão.

O sentimento antipetista que toma São Paulo contribui, o eleitorado paulista é conservador e cansou de ser ofendido por sua escolha, também cansou de trabalhar para sustentar vagabundos e acima de tudo está preocupado com os rumos da economia. O prefeito eleito Fernando Haddad contribuiu para a reprovação ao PT com suas trapalhadas. Serra e Alckmin foram vistos como alternativas viáveis e, principalmente, como bons políticos em quem a população pode confiar.  

domingo, 5 de outubro de 2014

Eleições 2014 Apuração Completa

A campanha de 2014 entrou para a história como uma das mais apertadas da história com três candidatos concorrendo a presidência, campanhas disputadas para governador dos principais estados e mudanças importantes no cenário político.
Alguns nomes de peso que perderam eleições anteriores tentam retornar ao governo como Heloisa Helena (PSOL), que chegou a ser candidata a presidente em 2006 e perdeu a eleição para o senado em 2010 tenta retornar ao senado de Alagoas e para isso enfrenta Fernando Collor (PTB); Cesar maia (DEM) ex-prefeito do RJ tenta retornar ao poder via senado e enfrenta o deputado Romário (PSB); Tarso Jereissati (PSDB) que motorizou-se como um dos principais críticos ao PT perdeu as eleições em 2014 e agora tenta eleger-se senador no Ceará.
Uma das disputas mais interessantes ocorreu em São Paulo onde José Serra (PSDB) tenta sair de sua aposentadoria forçada enfrentando Eduardo Suplicy (PT) que está no cargo desde 1990; no governo estadual temos uma grande mudança em Minas Gerais onde o PSDB perde o governo do estado, do presidenciável Aécio Neves, para Fernando Pimentel (PT); já no Maranhão a hegemonia Sarney caiu perante Flávio Dino (PCdoB) – que de quebra tornou-se o primeiro governador do PCdoB eleito no Brasil.
 Em alguns estados tivemos algo incomum é muito raro um governante ficar fora do segundo turno, ser situação favorece na campanha. No Distrito Federal o atual governador Agnelo Queiroz ficou em terceiro lugar com uma votação pífia, já em São Paulo Geraldo Alckmin elegeu-se no primeiro turno com uma votação esmagadora mantendo o PSDB no governo de São Paulo.
Romário eleito senador mais
votado do Brasil
A corrida para a presidência prometia surpresas e emoções fortes, de certo foi surpreendente. Dilma teve uma votação menor do que diziam as pesquisas enquanto Aécio foi a grande surpresa da noite ficando muito acima dos índices da pesquisa, inclusive da pesquisa de boca de urna, em comparação as eleições anteriores Dilma teve uma votação menor e Aécio uma votação maior do que Serra, com um índice de rejeição menor do que o atual senador, as ultimas eleições decidiram-se no Nordeste, enquanto que esta promete decidir-se entre Nordeste (reduto de votos petistas e principal beneficiado do bolsa família) e o sudeste (principal foco de rejeição do PT).
Se Aécio surpreendeu quem o dava como morto o PT surpreendeu-se negativamente, o partido viu seu número de senadores diminuir, a rejeição ao partido cresceu em São Paulo, estado onde o PT nasceu, o candidato a governador Alexandre Padilha ficou em terceiro lugar na disputa pelo Palácio dos Bandeirantes. Estamos presenciando um desgaste sutil do PT e de Lula.

Resultado Governadores

Acre
Tião Viana (PT) – 50.78%
Márcio Bittar (PSDB) – 29.19%
Alagoas
Renan Filho (PMDB) - 52.95%
Biu (PP) – 35.16%
Amapá – Segundo Turno Confirmado
Waldez Góes (PDT) – 41.75%
Camilo Capiberibe (PSB) – 27.83%
Amazonas – Segundo Turno Confirmado
Eduardo Braga (PMDB) – 43.07%
José Melo (Pros) – 43.03%
Bahia
Rui Costa (PT) – 54.07%
Paulo Souto (DEM) – 37.63%
Ceará – Segundo Turno Confirmado
Camilo Santana (PT) – 47.37%
Eunício Oliveira (PMDB) – 46.57%
Distrito Federal – Segundo Turno Confirmado
Rodrigo Rollemberg (PSB) - 45.40%
Jofran Frejat (PR) – 27.77%
Espírito Santo – Governador Eleito
Paulo Hartung (PMDB) - 53.16%
Renato Casagrande (PSB) - 39.54%
Goiás – Segundo Turno Confirmado
Marconi Perillo (PSDB) – 46.02%
Irís Rezende (PMDB) - 28.17%
Maranhão – Governador eleito
Flávio Dino (PCdoB) – 64.30%
Lobão Filho (PMDB) – 32.85%
Mato Grosso – Governador Eleito
Pedro Taques (PDT) – 57.27%
Lúcio Cabral (PT) – 32.49%
Mato Grosso do Sul – Segundo Turno Confirmado
Delcídio do Amaral (PT) - 42.85%
Reinaldo Azambuja (PSDB) – 39.16%
Minas Gerais – Governador Eleito
Fernando Pimentel (PT) - 52.84%
Pimenta da Veiga (PSDB) – 42.01%
Pará – Segundo Turno Confirmado
Helder Barbalho (PMDB) – 49.87%
Simão Jatene (PSDB) – 48.45%
Paraíba – Segundo Turno Confirmado
Cassio Cunha Lima (PSDB) – 47.648%
Ricardo Coutinho (PSB) – 45.82%
Paraná – Governador Eleito
Beto Richa (PSDB) – 55.72%
Roberto Requião (PMDB) 27.53%
Pernambuco – Governador Eleito
Paulo Câmara (PSB) – 68.09%
Armando Monteiro (PTB) – 31.06%
Piauí – Governador Eleito
Wellington Dias (PT) - 63.53%
Zé Filho (PMDB) – 32.98%
Rio de Janeiro – Segundo Turno Confirmado
Luiz Fernando Pezão (PMDB) – 40.64%
Marcelo Crivella (PRB) – 20.24%
Rio grande do Norte – Segundo Turno Confirmado
Henrique Eduardo (PMDB) – 47.35%
Robinson Faria (PSD) – 42.16%
Rio Grande do Sul – Segundo Turno Confirmado
José Ivo Sartori (PMDB) – 40.55%
Tarso Genro (PT) – 32.43%
Rondônia – Segundo Turno Confirmado
Confúcio Moura (PMDB) – 35.97%
Expedíto Moura (PSDB) – 35.41%
Roraima – Governador Eleito
Chico Rodrigues (PSB) – 64.17%
Angela Portera (PT) 30.95%
Santa Catarina – Governador Eleito
Raimundo Colombo (PSB) – 51.36%
Paulo Bauer (PSDB) - 29.93%
Sergipe – Governador Eleito
Jackson Barreto (PMDB) - 53.52%
Eduardo Amorim (PSC) – 41.36%
São Paulo – Governador Eleito
Geraldo Alckmin (PSDB) – 57.43%
Paulo Skaf (PMDB) – 21.57%
Tocantins – Governador Eleito
Marcelo Miranda (PMDB) - 51.48%
Sandoval Cardoso (SDD) - 44.56%




Resultado Senadores

Acre
 Gladson Cameli (PP)
Alagoas
Fernando Collor (PTB)
Amapá
Davi Alcolumbre (DEM)
Amazonas
Omar Aziz (PSD)
Bahia
Otto Alencar (PSD)
Ceará
Tasso Jereissati (PSDB)
Distrito Federal
Reguffe (PDT)
Espírito Santo
Rose de Freitas (PMDB)
Goiás
Ronaldo Caiado (DEM)
Maranhão
Roberto Rocha (PSB)
Mato Grosso
Wellington Fagundes (PR)
Mato Grosso do Sul
Simone Tebet (PMDB)
Minas Gerais
Antonio Anastasia (PSDB)
Pará
Paulo Rocha (PT)
Paraíba
José Paraíba (PMDB)
Paraná
Alvaro Dias (PSDB)
Pernambuco
Fernando Bezerra Coelho (PSB)
Piauí
Elmano – O Veín trabalhador (PTB)
Rio de Janeiro
Romário (PSB)
Rio grande do Norte
Fátima (PT)
Rio grande do Sul
Lasier Martins (PDT)
José Serra a grande mudança no Senado
Rondônia
Acir Gurgacz (PDT)
Roraima
Telmário Mota (PDT)
Santa Catarina
Dário (PMDB)
Sergipe
São Paulo
José Serra (PSDB)
Tocantins
Katia Abreu (PMDB)

Resultado Presidente

Dilma Rousseff (PT) - 41.52%
Aécio Neves (PSDB) – 33.65%
Marina Silva (PSB) – 21.29%
Luciana Genro (PSOL) – 1.55%
Pastor Everaldo (PSC) – 0.75%
Eduardo Jorge (PV) – 0.61%
Levy Fidelix (PRTB) – 0.43%
Zé maria (PSTU) – 0.09%
Eymael (PSDC) – 0.06%
Mauro Iasi (PCB) – 0.05%

Rui Costa pimenta (PCO) – 0.01%

"Os Deuses Mortos" Oito Anos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...