VIII Oito Anos de Os Deuses Mortos

VIII Oito Anos de Os Deuses Mortos

sábado, 21 de fevereiro de 2015

Vampire Princess Miyu

As noites do Japão escondem muito mais coisas do que nossos olhos ocidentais conseguem enxergar. As trevas da noite escondem criaturas bizarras que esgueiram-se por entre os templos e alimentam-se das emoções represadas pelos humanas. Essas criaturas chamam-se Shimas, seres que parasitam os humanos fracos. Para lacra-los surge Miyu uma vampiresa com a aparência de uma menina de 13 anos, porém sua idade e verdadeira aparência são desconhecidos.
Miyu é uma personagem relativamente conhecida em terras tupiniquins, lá pelos anos 2000 e 2001 seus episódios começaram a ser lançados em DVDs vendidos em bancas de jornal.  Diferente de outras séries de anime Miyu possui narrativa sóbria e invariavelmente melancólicas, finais felizes são um luxo reservados a poucas personagens.
Vampire Princess Miyu narra a melancolia de uma garota presa entre dois mundos, sem pertencer a nenhum deles, vagando pelos humanos e
odiada/temida pelos Shimas Vampire Princes Miyu antecede “Entrevista com o Vampiro” de Anne Rice. Outro fator de destaque é a sensualidade do anime, diferente de outras obras onde temos personagens “safadas” ou avantajadas (para não dizer peitudas) Miyu é altamente sedutora apenas por sua presença e por seus olhos eróticos. A sutileza dá o tom nesse anime.
Miyu é acompanhada por seu servo Larva, um Shima ocidental que veio mata-la porém tornou-se seu servo, os dois nutrem uma relação delicada, muitos afetivos os dois raramente explicitam seu romance.
Miyu e Larva
Raramente vemos cenas de violência ou sangue no anime, Miyu não é uma heroína típica, nem sei se podemos chama-la de heroína, ela não se importa em defender os humanos, embora sinta a dor deles e se compadeça (exceção feita as crianças a quem ela defende com unhas e dentes) Miyu acreditasse que cada um é responsável pelo que lhe acontece. A vampirinha não hesita em beber sague de humanos, ao contrário ela é bastante criteriosa optando por pessoas por quem fica seduzida ou vítimas dos Shimas que tiveram sua vida destruída, mesmo quando bebe o sangue de uma vítima esta fica em estado catatônico, desligado do mundo vivendo em um sonho de felicidade. Esta é a principal diferença entre Miyu e os Shimas a primeira importa-se com os humanos e lamenta não ser um de nó; já o segundo grupo usa os humanos para seu benefício.
Miy se alimentando
Por falar nos Shimas eles diferente de outros monstros que ficam à espreita por qualquer um que apareça em seu caminho. Os Shimas escolhem humanos que torturam-se pela culpa ou por suas próprias proibições. No primeiro episódio do anime uma professora é atormentada por três alunas, sentindo-se culpada e sem direito de retrucar, um Shima aproxima-se dela e mata as garotas, gradativamente a professora vai sentindo-se mais miserável, ela não fez nada, mas sente-se culpada por desejar a morte de pessoas que morreram. Entenderam como funciona o anime?

Origem

Vampire Princess Miyu nasceu como manga pelas mãos de Narumi Kakinuchi (ele é o autor de Iczer) publicado em quatro volumes no ano de 1989, no mesmo ano foram feitos quatro OVA´S de trinta minutos cada, em 1997 foi produzido um anime de 26 episódios.

Diferença entre a série de OVA’s e a série em Anime

Para quem não está acostumado aos termos OVA significa Original Video Animated animações feitas diretamente para o mercado de vídeo lançados nos antigos VHS (atualmente lançados em DVD) a qualidade da animação costuma ser melhor, assim como as histórias mais longas já a qualidade depende da série e do estúdio.
Em fim Miyu é uma personagem misteriosa e solitária em ambos os formatos na série animada isso fica claro desde o primeiro episódio com o belo e triste tema de encerramento onde Miyu afirma não precisar de ninguém enquanto uma voz sussurra “é mentira”. No OVA a solidão de Miyu
surge apenas no terceiro episódio.

Os OVA´S são mais densos, narrados por uma médium que encontra-se com Miyu tornando-se uma espectadora das histórias e o triste fim de seus protagonistas, no anime o drama dilui-se, o que e natural considerando o maior número de episódios. Outra diferença é Larva, nos OVA´S o servo de Miyu é mudo, no anime ele fala, o que diminui a solidão da garota e torna a obra menos angustiante, tanto Larva como Miyu estão mais humanizados.
No anime somos apresentados a Reiha, o demônio do frio, que deseja o cargo de guardiã, para se divertir derrotando os Shimas e nada mais. A relação entre Reiha e Miyu está no limite entre a política e o ódio declarado as duas sabem que se lutarem a vencedora sairá gravemente ferida, isto é se houver uma vencedora, Reiha é falsa e age como amiga de miyu, que aparentemente não importa-se de entrar no jogo do demônio do frio. Reiha não consegue entender a relação de Miyu e dos humanos.
A origem da personagem também muda, na série animada Miyu é muito antiga, em alguns episódios ela atua no Japão feudal enquanto que nos OVA’s sua origem é contemporânea.
O quarto episódio do OVA é impressionante sendo triste e belo ao mesmo tempo mostrando a origem de Miyu, uma inocente garota de 13 anos cujos pais guardam um segredo. Miyu seria a descendente de uma família de vampiresas predestinadas a guardarem a passagem dimensional entre Shinmas e os humanos. A dispidida entre Miyu e sua mãe é tocante.
Já na série animada Miyu não tem uma origem, ela simplesmente é o que é. Não mudando muito o seu
Miyu e Chisato
destino, cada uma das versões agrada a um público diferente tem aqueles que gostam de ver uma explicação e aqueles que preferem uma versão mais sombria de que coisas ruins simplesmente acontecem. Particularmente eu prefiro o menor número de explicação possível, mas a versão do OVA é tão bem feita que fica impossível não admira-la.
Uma das grandes diferenças entre as versões é justamente a protagonista no anime Miyu é séria, trás consigo um ar constante de tristeza ela mais madura com uma sedução sutil; nos OVA’s Miyu é uma ninfetinha ao final de cada história ela ri excitada, como se estivesse brincando. É uma defesa contra sua realidade. A solidão de Miyu é mais insuportável do que no anime. Pese bem o que é pior uma solidão de séculos, ao qual você está acostumado ou de alguns anos, lembrando-se de sua vida pregressa que não volta?
Nos OVA’s Miyu tem apenas a companhia de Larva, seu servo mudo, aprisionado atrás de uma máscara, ela infiltra-se em colégios apenas como uma maneira de passr o tédio e tentar resgatar o tempo que não volta. Já no anime Larva pode falar e retirar a máscara, Miyu infiltra-se em uma escola em mais uma tentativa de reviver algo perdido, é quando ela faz amigas.
No amime somos apresentados a Chisato ela e sua turma, rapidamente as duas tornam-se amigas, em um dos primeiros episódios Chisato presenteia Miyu com um chaveiro da amizade, parece pouco, mas para a vampirinha é muito. Ela não está mais sozinha. Por algum tempo Miyu pode viver uma vida normal, sim, por algum tempo Larva a avisa que Chisato irá envelhecer e Miyu tem seu tempo congelado e elas terão que se separar. Miyu opta por viver o momento.
No anime Miyu sente mais empatia pelos humanos, sofrendo e impotente perante o ataque dos Shinmas Miyu alimenta-se principalmente das vítimas tentando recompensa-los, já no OVA Miyu caça garotos bonitos, no segundo episódio Miyu disputa um garoto com uma Shinma. Outra diferença é o respeito Miyu respeita alguns humanos, porém detesta que a persigam, em alguns momentos fica feliz quando alguém morre pois é mais uma alma que irá ao cemitério onde ela vive. Já no OVA ela não liga em usar humanos como isca e tampouco tenta fazer amizades.
A boa notícia os OVA´S e o anime estão disponíveis on-line no anitube, veja todosaqui.

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

35 anos e em crise

O mês de fevereiro deveria ser de festa e celebração para os petistas, uma vez que o partido dos trabalhadores comemora trinta e cinco anos, doze anos a frente do poder encaminhando para dezesseis o maior período no poder desde a democratização. Pois é deveria. Enfrentando a pior crise de sua história os níveis de popularidade bate recordes negativos e a palavra impeachment começa a ser sussurrada entre os políticos.
Pesquisa datafolha deste mês trouxe que a popularidade de Dilma caiu de 42% (em dezembro) para 23% já aqueles que consideram o governo ruim/péssimo subiram de 24% (em dezembro) para 44% é a maior queda em início de governo desde o governo Collor.
Os motivos são muitos: temos o petrolão, o
Aprovação de Dilma despenca
esquema de lavagem de dinheiro onde políticos usavam a Petrobras para extorquir dinheiro de empreiteiras para enriquecer os cofres do partido e pagar campanhas eleitorais do PT; a crise energética que desde o ano passado ameaça, juntamente com a crise hídrica, acreditava-se que apenas São Paulo corria o risco de ficar sem água, agora o Brasil inteiro paga o pato; a inflação e a economia aumentaram devido a medidas populistas de Dilma como diminuir a conta de luz e água fazendo o governo pagar por parte da conta. Porém o principal problema do país, segundo os entrevistados é a saúde.
Semana passada Zé Dirceu, um dos fundadores do PT, preso por corrupção, afirmou que o petrolão pode ser a “pá de cal” sobre o partido – atualmente em prisão domiciliar Dirceu publicou um artigo em seu Blog onde critica a política econômica de Dilma em seu segundo mandato.  Independentes de seus motivos Dirceu é um homem astuto e sabe que a principal diferença deste escândalo para o mensalão é o apoio popular, nesses últimos doze anos o PT vem se desgastando, porém os últimos quatro anos foram determinantes, o partido que chegou a presidência sob a bandeira da ética e de uma política nova já está marcado como detentor da velha política suja, onde o interesse de poderosos é a moeda de troca.
Um dos motivos da queda vertiginosa de popularidade do partido são algumas invenções de Lula, a própria Dilma é uma destas invenções, que rebelou-se contra Lula, acusada pelo ex-presidente de não ouvir ninguém. Dilma não está sozinha, outra invenção Lulista responsável pela crise na imagem do PT é o prefeito de São Paulo Fernando Haddad.
A mesma pesquisa datafolha revelou que a porcentagem aqueles que consideram o governo de Haddad ótimo/bom caiu de 22% para 20% enquanto aqueles que consideram seu governo ruim/péssimo subiu de 28% para 44%. Haddad é um fenômeno em seu primeiro mês como prefeito sua reprovação chegou a 40% (que consideram seu governo ruim/péssimo).
Haddad havia respirado um pouco quando começou a pintar o chão de vermelho, 80% dos paulistanos aprovaram as ciclovias, este número já caiu para 60% e deve seguir em queda. O motivo? A incompetência do prefeito que aplica medidas necessárias de qualquer maneira as ciclovias, por exemplos, foram feitas sem maiores estudos, em sua maiorias elas são esburacadas, desertas, começam e terminam do nada e são perigosas para os ciclistas, suas medidas para melhoras o trânsito – ciclovias e faixas de ônibus pioraram o trânsito ao invés de ajuda-lo.
Outro motivo para a queda da popularidade do PT é a informação a internet somado aos veículos sérios, a jornalistas independentes, que não se deixam intimidar pelo poderio petista, com certas pessoas públicas levam a informação mais longe. Na mesma pesquisa datafolha 86% dos entrevistados afirma estar ciente da prisão dos executivos envolvidos com o petrolão. Destes:
30% estão bem informados sobre as prisão dos empresários; 44% se dizem mais ou menos informados e 12% estão mal informados.
Quando o assunto envolve o conhecimento da presidente Dilma Rousseff sobre o escândalo da Petrobras os números são mais contundentes e menos ingênuos do que se pode imaginar:  52% dizem que Dilma sabia e deixou acontecer; 25% afirmam que Dilma sabia, mas não pode fazer nada para evita-lo e 14% dizem que Dilma não sabia.

Agora só nos resta esperar o desenvolvimento desta trama tão embaralhada que começa a se revelar ou nas palavras de Abraham Lincoln: “Você pode enganar uma pessoa por muito tempo; algumas por algum tempo; mas não consegue enganar todas por todo o tempo”.

sábado, 14 de fevereiro de 2015

Letícia Carlos

Letícia é uma morena maravilhosa, que fez fama ao namorar o jogador Richarlyson, na época defendendo o tricolor paulista, ambos se conheceram na faculdade de educação física a qual o jogador frequentava.
Na época Letícia foi capa da revista playboy, o que acabou azedando o relacionamento dos dois. O jogador haveria dito que não gostaria de ver a futura mãe de seus filhos nua em uma revista. Tempos depois Letícia espalhou que ela e o jogador terminaram sem nunca terem feito sexo. Após lavarem a roupa suja cada um seguiu seu caminho.
Letícia seguiu carreira como modelo – o sucesso foi inesperado “eu não imaginava, tudo sempre foi sigiloso”.  Após Richarlyson a moça ficou com o goleiro Felipe, atualmente no Flamengo. Ela também fez teste para ser Paniquete, o que infelizmente ela não passou.
Parte do corpo que mais gosta: “glúteos e nariz”, como mantém a forma: “academia e alimentação balanceada”. Quando foi a primeira vez: “aos 16 anos”.

O sucesso da revista não é nenhuma novidade Letícia possui o gene brasileiro: moreno, cabelos lisos e longos, corpão e uma bunda maravilhosa.

Medidas:
Busto: 89 cm
Cintura: 65 cm
Quadril: 102 cm

















quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

Carnaval Maldito

Você é como eu que odeia esta festa populista celebrada por acéfalos e gostaria de trocar o Carnaval pelo Halloween? Seus problemas acabaram! Nos do Blog “Os Deuses Mortos” apresentamos cinco filmes de Terror, todos on-line, para você transformar o carnaval em um feriado maldito:

Sexta-feira
Phenomena (Itália/1985)
Que maneira melhor de começar o Carnaval Maldito do que com um clássico de Il Maestro Dario Argento? Jennifer Connelly vive uma jovem garota, com pais distantes, que muda-se para um colégio interno onde é ameaçada por uma diretora sádica. Ao mesmo tempo ela encontra-se no meio de assassinatos os quais passa a investiga-los com ajuda dos insetos que a protegem. Assista aqui

Sábado
Monster A Ressureição do Mal (Inglaterra/1989)
Historiador viaja com a família pela Irlanda procurando por vestígios pagãos nas igrejas, simultaneamente moradores locais libertam um demônio Celta sedento por sangue que busca criar um novo reinado. Primeiro trabalho de Clive Barker no cinema. Assista aqui


Domingo
Dagon (EUA/2001)
Quatro amigos divertem-se em um cruzeiro, quando uma tempestade os encalha em uma pequena cidade da Espanha, lá eles encontram uma raça que cultua um deus antigo com o qual um dos tripulantes tem sonhos. Um dos ultimos trabalhos de Stuart Gordon. Assista aqui 




Segunda-feira
Esta Noite Encarnarei no Teu Cadáver (Brasil/1964)
Zé do Caixão está em busca de uma mulher perfeita para lhe dar o filho que tanto anseia. O coveiro sequestra as mulheres mais bonitas da cidade e as submete a testes de coragem envolvendo animais peçonhentos e torturas psicológicas. Assista aqui



Terça-feira

Teke Teke (Japão/2009)

Vamos terminar o Carnaval com um terror japonês, em “Teke Teke” a jovem Kana leva um choque ao descobrir que sua amiga foi multilada, ao investigar ela descobre uma lenda japonesda “Teke Teke” sobre uma mulher que teve as pernas arrancadas antes de morrer e agora vaga como um fantasma. Teke Teke é uma onomatopeia do som produzido pelo fantasma sem pernas. Assista aqui.

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015

As Novas Medidas da Dilma

Em 2013 petistas anunciavam que fariam o diabo para vencer as eleições, durante a campanha Dilma enumerou promessas pintando um Brasil diferente da realidade. Os idiotas acreditaram nela. O começo de 2015 foi marcado pelo novo pacote de medidas, muitos contradizendo promessas de campanha. Vamos a elas:

“Um compromisso que assumo com vocês: Não vai haver ‘tarifaço’”:
Em 2015 acabarão os subsídios (aquela diminuição na conta de luz que o governo propiciou entre 2013 e 2014), como resultado o governo perdeu R$ 10.5 bilhões pagando parte da conta de luz. Em 2015 haverá um aumento de 30% na conta de luz que será passada ao consumidor.
“Medidas impopulares podem significar cortes na educação, na saúde e em programas sociais. Exatamente o contrário do que o Brasil precisa”:
Uma das primeiras medidas de Dilma foi ampliar o tempo para ganhar o seguro desemprego. Até o ano passado o trabalhador precisava trabalhar seis meses para ter direito ao benefício, a partir de janeiro o tempo ampliou para 18 meses – como em tempos de crise aqueles que tem menos tempo de casa são demitidos antes o governo livrou-se de pagar a conta.
“A Educação é e será, cada vez mais, nossa grande prioridade”:
A missão da nova equipe econômica da presidente é botar as finanças em ordem em outras palavras cortar gastos o que implica na conta de luz, no aumento do tempo do seguro desemprego e um corte de R$ 7 bilhões na educação (este valor pode aumentar nos próximos meses).

Entre outras medidas tomadas por Dilma e sua equipe estão os futuros aumentos de impostos e do combustível, das taxas de empréstimos bancários. Mas não se preocupem o bolsa família continuará sendo pago em dia.

domingo, 1 de fevereiro de 2015

Anitta


Prepara!

Quem não conhece a história dessa carioca, que em 2010 saiu do anonimato para se tornar uma das principais artistas brasileiras? Saída do funk Anitta se prepara para algo muito maior, ela já é uma estrela, mas ainda é pouco para essa musa.
O sucesso de Anitta não deixa de ser um cala boca em seus críticos, nos últimos anos a cantora vem colecionando prêmios e fãs internacionais. “Sempre tive um planejamento de carreira longa, mas nunca imaginei que chegaria tão longe. Hoje vibro a cada conquista e me motivo a sempre tentar trazer algo diferente. Ser reconhecida em outros países foi uma coisa que nem eu esperava, mas que me deu mais motivação”.

Anitta deixa bem claro o que não dispensa na hora do sexo: “as preliminares” e complementa: “acho que as mulheres tem que falar do que gosta. O cara tem que fazer e ir testando. Se ela deixar é porque ela está gostando. Por isso que eu gosto de criar intimidade, porque posso de falar do que gosto. Ai vira a transa dos sonhos!”.

















Perfil
Altura: 162 cm
Busto: 90 cm
Cintura: 66 cm
Quadril: 95 cm



"Os Deuses Mortos" Oito Anos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...