VIII Oito Anos de Os Deuses Mortos

VIII Oito Anos de Os Deuses Mortos

quarta-feira, 29 de julho de 2015

O humor está doente

Um homem foi ao médico reclamando de uma tristeza crônica, nada mais o fazia sorrir e a alegria o abandonara. Após muito pensar o médico responde:
- Eu soube que o palhaço Pirulito está na cidade, dizem que seu número é tão engraçado que fica impossível não rir, eis seu remédio.
O paciente responde:
- Mas doutro, eu sou o palhaço Pirulito.
Piadas a parte o assunto é o humor. Qual a função do humor? Fazer rir, lógico, porém o humor denuncia situações do cotidiano. O humor brasileiro, por exemplo, pretende construir críticas sociais. Infelizmente a critica fica apenas na intenção, na maioria das vezes nem isto.
Chaplin ainda é uma referência do humor sua personagem, o vagabundo, tecia severas críticas. Pensemos no humoristas brasileiros aquele que mais claramente se inspira no Chaplin é o Didi, o "trapalhão", o comediante nunca escondeu sua inspiração e admiração. Porém as semelhanças terminam na personagem maltrapilha e no humor ingênuo, Didi nunca conseguiu tecer uma crítica tão esmiuçada e complexa quanto Chaplin.
Durante muitos anos o humor brasileiro caracterizou-se pelos bordões ou frases prontas, onde o humorista repete seu bordão ao extremo. Os principais representantes deste subgênero são o finado "Show do Tom", "Zorra Total" e "A Praça é Nossa". Este ultimo não repete apenas as frases como as piadas, essas são as mesmas há mais de vinte anos. Quando assisto qualquer um destes três programas citados sinto como que seus humoristas estivessem zombando da minha inteligência com seus bordões intermináveis.
Agora eu pergunto: estes três programas fazem críticas? Alguns poderão defende-los citando personagens como: "o povo brasileiro" sofrido e sempre enganado ou "o político corrupto" que engana e rouba. Porém as personagens são tão generalizadas e simplistas que o espectador ignora o alvo da crítica, passando a acreditar que todos os políticos são iguais e de nada adianta se interessar. Além de não ter graça estes programas prestam um desserviço social.
A excessão que comprova a regra encontra-se na nova geração oriunda do stund up resistindo ao terrorismo do politicamente correto – Danilo Gentili está na vanguarda do movimento, o melhor que o humor brasileiro oferece. Nomes como Rafinha bastos, Rafael Cortez, Marcelo Mansfield, Leo Lins e outros que ainda estão nos teatros são um sopro de vida no gênero. 
O "Pânico na TV" conseguiu, por algum tempo, aliar crítica e humor na mesma medida, como próprio nome "Pânico" sugere a anarquia reina e nada é sagrado. Ou era, colocar um microfone nas mãos de Charles Henrique (o homem Wikipédia) é sinal de desgaste ou ter Sabrina Sato como correspondente política foi um sério indicativo que o "Pânico ..." deixou de ser o que prometia e hoje, na Band, é apenas uma triste caricatura de si mesmo.
Aconteceu algo semelhante com o extinto "Casseta e Planeta" e com "CQC" o primeiro foi herdeiro direto da "TV Pirata", porém com os anos o programa perdeu o fôlego até ficar chato e repleto de críticas previsíveis até sair do ar sem deixar saudades. Já o "CQC" foi um sopro de originalidade o programa não soube como se renovar e embora seja o mais crítico de todos, seus talentosos humoristas estão tendo dificuldades em manter o nível das piadas. Suas críticas continuam mordazes, mas um programa de humor deve antes de tudo ser engraçado. E está faltando graça no humor do Brasil.   

sábado, 25 de julho de 2015

Jéssica Borges

Esta gaúcha de 29 anos não é apenas incrivelmente bonita como está solteira e possui muita elasticidade: “Faço o que você imaginar”. Não ter papas na língua e frescuras resulta na maior das qualidades: honestidade.
Para a moça os homens precisam de pegada: “Nada muito amorzinho. Tem que ser punk” e continua: “A coisa tem que te animar. Um tapinha na cara, por exemplo (risos). Tem uma amiga minha que deu um tabefe no guri e adorou”.

Sobre suas preferências – sexo oral: “Eu prefiro fazer do que receber. Os homens agradecem né (risos)?”; sexo anal – “Dependendo da intimidade com a pessoa e da vontade sim...”; “Eu gosto de tudo”. 














quarta-feira, 22 de julho de 2015

Pesquisa CNT/MDA – Dilma atinge índice de reprovação histórica

O planalto vem tentando recuperar sua popularidade por algumas linhas: uma nova onde de propagandas oficiais veiculadas afirmando que os investimentos continuam, defesa dos militantes e, mais recentemente, se aproveitando da crise política envolvendo as denuncias contra Cunha. Aparentemente dada disso deu certo. A nova pesquisa CNT/MDA veio jogar um banho de água gelada:
Em pesquisa realizada no dia 21 deste mês Dilma é aprovada por apenas 7,7% dos brasileiros, a pesquisa anterior havia apresentado índice de aprovação de 10.8%. o um dígito de aprovação é preocupante colocando em cheque as próximas eleições.
Vamos aos números: entre os entrevistados 7.7% consideram o governo Dilma bom ou ótimo; 70.9% o consideram ruim ou péssimo; 20.5% consideram seu governo mediano e apenas 0.9% não sabem responder.
A pesquisa também questionou sobre um possível impeachment 62,8% são a favor da saída da presidente do governo contra 32,1% contrários. Dentre os que são favoráveis a pesquisa avaliou qual o motivo do impedimento:
26,8% citam as pedaladas fiscais, ou seja, Dilma deveria ser afastada por crime de irresponsabilidade fiscal – ter gasto mais do que a lei permite e ter camuflado os números;
25% acreditam que os crimes de corrupção na Petrobras, ou seja os escândalos do Petrolão ocorridos em seu primeiro mandato;
14,2% avaliam que as suspeitas de lavagem de dinheiro via campanha eleitoral de Dilma seria o motivo ideal para seu impeachment;
5.1% não souberam ou não quiseram responder.

Análise:

 A pesquisa trás um dado muito importante implícito nos números a população está antenada na política brasileira. As pessoas vem lendo e discutindo um assunto sempre considerado chato e confuso.
As reais chances de um impeachment deram uma esfriada após as denuncias contra Cunha o motivo: o presidente da câmara perdeu apoio e a lei do impedimento exige votação das duas casas: câmara e Senado.

Outro fator importante para a saída de Dilma consiste nas manifestações em torno do país marcadas para 16 de agosto se forem manifestações gigantes as duas casas podem se unir a favor do povo, se forem fracas se unem a favor do governo.

sábado, 18 de julho de 2015

MM!

Não, este anime não é sobre uma marca de chocolates, mas sim uma das produções mais divertidas dos últimos anos cujo mérito consiste em equilibrar clichês e situações inusitadas na medida certa regado com muito humor. Começando pelo nome “MM” refere ao masoquismo da personagem principal.
Tudo começa quando Sado Taro (uma clara referência ao Marquês de Sade) apaixona-se por uma meiga garota, determinado a revelar seu amor ele esbarra em um problema. Sado é masoquista, ele se excita sempre que apanha de uma garota bonita, ficando fora de controle egritando frases como “pise em mim” ou “bata mais” quando percebe que todos estão olhando sofrer com a vergonha.
Aconselhado por um amigo Taro procura o “Segundo Clube Voluntariado” onde sua presidenta a loirinha Isurugi Mio se gaba por realizar qualquer desejo. Longe de ser uma candura de menina Mio é raivosa, grosseira e violenta. A moça não pensa duas vezes antes de descontar sua raiva em Taro (sempre trajando cosplays sexys) um casal perfeito não?
Yuno Arashiko
O clube ainda é composto por Yuno Arashiko, uma menina meiga e tímida com enormes seios, um clichê dos animes que funciona muito bem – eventualmente a moça se permite se divertir e ser imperfeita, diferente das moças de porcelana tão comuns em animes. Yuno tem medo de homens e bate em qualquer um que se aproxime dela. Já deu para imaginar o que acontece, não?
Por falar nisso alguns anos atrás Taro aproximou-se de Yuna, que, assustada bateu nela, o garoto ficou louco implorando para apanhar mais! Foi assim que toda a escola soube de seu segredo. Nos dias de hoje a menina consegue aproximar-se graças a um acordo ela o trata como um cachorro.
O plano de cura da loirinha consiste em espanca-lo até sua vida correr risco, assim seu instinto de sobrevivência iria se sobrepor. Não é necessário dizer que essas sãos as melhores piadas do anime.
Se os protagonistas trazem em si clichês bem claros, possuem características próprias. Comédias românticas apresentam um protagonista meio tarado que apanha de meninas indignadas – Sado Taro não é nada disso, ele não é tarado, não fica procurando garotas para baterem nele, quando acontece ele gosta, diferente de outros protagonistas.
Isurugi Mio é a loira nervosa que esconde sua
Isurugi Mio
“macheza” por detrás de um rosto angelical, porém neste anime a moça é protagonista, diferente de outras produções onde esse tipo de personagem é coadjuvante ou uma personagem de terceiro escalão. Outra característica são suas formas retas, para não dizer peito pequeno, um motivo a mais para a moça descer a lenha em quem repare.
Yuno Arashiko – aparentemente mais um clichê dos animes: a menina meiga e tímida de rosto angelical e peituda. Diferente do que estamos acostumados Yuno não é perfeita, ela é quieta por ter medo de homens, ela não é perfeita, com o tempo ela vai se soltando e protagoniza alguns dos momentos mais dramáticos do anime.
MM! Começou como Light Novel publicado entre Fevereiro de 2007 a Abril de 2011; foi transformado em Mangá no ano de 2008 publicado pela Monthly Comic Alive em quatro volumes; o mangá foi produzido pela Xebec, exibido na televisão japonesa entre 02 de Outubro de 2010 a 18 de Dezembro de 2010 somando 12 episódios.
Gostou da resenha? Quer assistir “MM!” veja no animetube aqui



quarta-feira, 15 de julho de 2015

Batman Vs Superman

Falta menos de um ano para a estreia de “Batman Vs. Superman: A Origem da Justiça” cuja estreia marcada para maio de 2016. A espectativa vem aguçando fãs e curiosos. Recentemente o diretor Zack Snyder (300 e Homem de Aço) e Bem Affleck (que viverá Batman) revelaram alguns segredos sobre o filme. A semana foi marcada pela Comic Com, onde a DC levou um novo trailer que deixa um gostinho de “esse filme vai ser bom”.

Revelações:

Home de Aço foi estritamente um filme de ação, a cidade de Metrópolis foi destruída após a batalha contra o general Zod onde muita destruição aconteceu, o público ficou dividido pela intensidade da destruição, vemos agora que esta foi proposital. Vamos por partes:
Para quem não viu ou não se lembra Zod chegou a Terra exigindo Kal-El, em troca da não destruição do planeta. Superman sabia que seu conterrâneo não pretendia cumprir esta promessa e foi a luta, muitos não gostaram de sua escolha e da destruição causada. O que verem é que o governo americano está responsabilizando o homem de aço.
No primeiro filme vimos que um dos prédios destruídos pertencia a LexCorp – companhia de Lex Luthor, outro prédio destruído pertencia a Bruce Wayne. O primeiro trailer divulgado passa a ideia de um mundo dividido, alguns confiam no Superman, outros o chamam de falso deus. Já o segundo coloca Bruce Wayne em Metrópoles assistindo a destruição.
Os dois trailers também revela um exército com o
Superman 0 Um Cidadão do Mundo?
escudo da família El – suponho que trata-se de uma guerrilha sem a aprovação do homem de aço, provavelmente a existência do kryptoniano venha gerando discussões entre populares que ficam dividido e alguns tornam-se seguidores radicais.
Pois bem é ai que entra Batman – Affleck afirmou que sua personagem é um Batman que passou da metade da vida, ele não é o Bruce Wayne jovem e sedento por vingança de “Batman” de 1989 ou da trilogia “Cavaleiro das Trevas”, mas sim um milionário sínico, “Ele realmente mantém a imagem de playboy excêntrico, ativamente. Então você tem mais de uma dicotomia que eu achei que foi muito divertido e um pouco triste, com a imagem de um playboy envelhecido” afirmou Affleck em entrevista a revista EW – visão que o aproxima de “Cavaleiro das Trevas” de Frank Miller e do Batman subsequente nos quadrinhos.
No trailer vimos Bruce encarando sua roupa (há
Provavelmente teremos o Batman
mais sombrio dos cinemas
teorias de que ele estaria olhando o traje do Robin morto pelo Coringa, não descarte essa possibilidade) este Batman decadente, que estaria aposentado é mais uma referência ao “Cavaleiro das Trevas”.
O segundo trailer mostra a roupa do Robin com a assinatura do Coringa “Há Há Há! A Piada é Você Batman” nos levando a uma ocorrência dos quadrinhos onde o Coringa mata o segundo Robin.
A dor desta perca, somada a dor da morte dos seus pais e sua frustração por não estar mudando o mundo leva Batman a retornar, ao mesmo tempo Clark Kent começa a investigar Batman, como herói ele se opõe aos métodos do cavaleiro das trevas. Batman age por vingança, Superman é um símbolo de esperança.
O filme trás Wayne preocupado com a existência de um ser tão poderoso, ignorando que este salvara a terra o morcego opta por atacar primeiro, mais uma vez estamos próximo dos quadrinhos, mesmo pertencendo a Liga da Justiça Batman possui um dossiê com as fraquezas de todos seus colegas e armas desenvolvidas para mata-los.  Preparem-se para ver o Batman mais paranoico dos cinemas.
O cruzado encapuzado faz alianças, uma delas é com o igualmente milionário Lex Luthor (Jesse Eisenberg), um jovem empresário de aparência e fala excêntricas – estamos diante de um Luthor afetado porém poderoso, com relações no senado. Ele seria o principal vilão do filme articulando para a destruição do Superman, alertando que o maior dos erros é acreditar que demônios vem debaixo da terra, quando viriam do céu.
Bruce Wayne e Diana: Um jogo de aparências
Após uma aliança Bruce, como Batman, veria uma foto do Flash e a imagem do Aquaman preso ou tentando se libertar (isso não aparece em nenhum trailer). Todos sabemos que embora semelhantes Luthor e Wayne são completamente diferentes um do outro. O primeiro é cruel enquanto o segundo tenta ser bom.
Uma aliança que vai funcionar e muito bem deverá ser a de Batman com Mulher Maravilha (Gal Gadot), uma das imagens mostra Bruce dançando com Diana em uma cena descrita por Affleck como “semelhante a 007” haverá uma tensão sexual e um jogo de falsidade, onde os dois fingem não saber a identidade um do outro.
A Mulher Maravilha é descrita por Snyder como a catalizadora da Liga, diferente dos outros heróis a semideusa deverá ter uma forte participação, quem sabe até para ajudar o morcegão contra Superman. Informações antigas ditam que Batman, Superman e Mulher maravilha unirão forças contra um inimigo maior. Mas qual?
Primeiramente se falou em Dark Side, um dos
Mulher Maravilha se revela 
vilões mais poderosos do universo DC, posteriormente Snyder ponderou outros nomes. Em entrevista a Vanity Fair: “Eu lembro de estar conversando sobre quem seria o próximo vilão. Nós não podemos fazer outra invasão alienígena, então Brainiac estava descartado. Acho que Metallo poderia ser o vilão principal desse filme”.
No universo DC Metallo é um ciborgue feito a partir de Kryptonita, superforte ele seria venenoso ao homem de aço de força igual ou superior ao Superman Metallo fica louco ao perder sua humanidade. O vilão se enquadraria no filme como uma tentativa de Luthor em criar um “exterminador” ao tempo que seria um vilão forte o suficiente para unir os três. Se Batman estava preocupado com Superman imaginem com uma versão assumidamente maligna e descontrolada? Porém nada no trailer sugere a existência de Metallo. O mais provável é que essa ameaça fique para o filme da Liga da Justiça.
O que ficou claro é que o filme irá focar no duelo entre os dois, muito mais amplo do que se imagina, o embate será ideológico – Batman usa o medo, Superman a esperança; Batman não se mostra, age na noite, Superman luta para ser reconhecido e viaja o mundo salvando pessoas; Batman age à margem da lei, Superman vai ao senado se explicar sobre a destruição causada; Batman tem Alfred dizendo que ele está se perdendo nas trevas, já Superman tem sua mãe e Lois Lane dizendo que ele é um símbolo de esperança.
A armadura utilizada por Batman para combater Superman
exposta na Comic Con San Diego  
Outra informação quente é a possibilidade de Affleck dirigir um filme solo do Batman, sem muitas informações ainda, o filme se chamaria “The Batman” o ator é fã dos quadrinhos, em especial Batman, e provavelmente firmou em contrato que dirigiria um dos filmes de heróis. Nada mais justo do que ele dirigir e atuar, afinal é melhor como diretor do que como ator.
“The Batman” entraria no universo DC nos cinemas fazendo um elo de ligação entre “Batman Vs. Superman” e “Esquadrão Suicida” onde alguns de seus vilões, em especial Coringa e Arlequina” são apresentados.  Aliás Batman fará uma participação no “Esquadrão...” prendendo o casal criminoso.
O que não é especulação é o clima do filme, em entrevista a revista EW Affleck afirmou: “É mais mítico, mais grandioso nesse sentido é um pouco mais realista. Apenas pela própria natureza esses filmes não podem ser tão engraçados ou rápidos e informais como os filmes da Marvel”.
Snyder também revelou como será seu filme: “Se esse gênero falar sobre nós e a condição humana, então acho que não tem uma data de validade. Mas acredito que uma espécie de versão de consumo de massa pode ficar superficial se você não tiver cuidado. Nós apenas precisamos ter cuidado”. O segundo trailer comprova estas afirmações.
Os dois apenas reafirmas a postura da DC que pretende criar filmes mais profundos, onde os heróis refletem conflitos humanos e não uma ação desenfreada e rasa que diverte, e com certeza os filmes da Marvel divertem, mas não suportam novas visitas.
Existem outras informações ainda desencontradas como a presença de Carrie Kelley a menina que veste o traje de Robin em “O Cavaleiro das Trevas” interpretada por Jena Malone.



sábado, 11 de julho de 2015

Richard Dawkins lança sua biografia



Zoólogo e maior autoridade no evolucionismo, formado em Oxford, Dawkins foi professor na Universidade da Califórnia em Berkeley e catedrático de Oxford até 2008 onde ocupou a cadeira de Compreensão Pública da Ciência. Acaba de lançar sua biografia “Fome de Saber” pela companhia das letras.
Filho de ingleses, nascido em Nairóbi, Quênia, passou parte de sua infância no continente negro, onde sua curiosidade infantil era constantemente aguçada pela natureza. Aos oito anos o pequeno Richard vai à Inglaterra.
Com uma vida dedicada à ciência Dawkins foi apresentado ao mundo com seu primeiro livro “O Gene Egoísta” publicado em 1976 – lá o autor discute a evolução das espécies através dos genes e discute uma “evolução cultural” cunhando o termo meme amplamente difundido na internet.
Seus livros têm como característica uma linguagem simples e irônica o torna suas ideias acessíveis enquanto o leitor se diverte com seu humor britânico, defensor da ciência Dawkins recebia comentários de leitores – leigos e da área – que mudavam sua forma de pensar a vida após ler seus livros.
Foi então que, em 2006, Dawkins publica sua obra prima “Deus, Um Delírio” sem dó nem piedade demoliu um a um os dogmas da religião, comprovando seus malefícios e crueldades disfarçadas.  Odiado por fieis cegos e adorado por pensadores Richard Dawkins tornou-se o criador no novo ateísmo incentivando pessoas do mundo a se assumirem como ateus e combatendo o preconceito.

Todos os seus livros foram lançados pela companhia das letras que trás sua autobiografia, caso você não o conheça fique com algumas frases deste grande cientista: 












quarta-feira, 8 de julho de 2015

A Cobrança pelo Humor: Petistas ilustres seguem sendo humilhados em público

Desde o escândalo do mensalão e mais recentemente o petrolão o povo brasileiro (ou a melhor parte desse) vem se revoltando contra membros ilustres do partido a manifestação mais recente ocorreu em 27/05 contra o ex-presidente do PT e da Petrobras José Eduardo Dutra foi identificado como petista durante voo para Brasília.
Estes ilustres petistas são todos membros da elite, podem pagar os melhores advogados, contam com apoio de membros da imprensa esquerdista e da própria presidenta Dilma enquanto suas ações prejudicam os mais pobres. A justiça pode ser lenta e, por vezes, ineficaz, porém a vergonha de depararem-se com os efeitos de seus atos são inevitáveis.
Durante o voo assageiros cantam “’Dilmãe’ eu quero uma teta para petista roubar” e “Que bom seria se petista entendesse de economia”. Veja o vídeo aqui.
Alexandre Padilha, ex-ministro da Saúde e candidato derrotado ao governo do estado de São Paulo almoçava em um restaurante voltado a “elite branca paulistana” (o que ele fazia lá?) quando um dos fregueses propôs um brinde ao ex-ministro e sua brilhante ideia do “mais médicos” com o gasto de um bilhão de reais. Veja o vídeo aqui.
Rui Falcão, atual presidente do PT, foi ao casamento do médico de Dilma em um carro de luxo, quando foi criticado por populares o desafiando sobre o pronunciamento de seu partido, o qual afirma que apenas a elite não gosta do PT, pelo partido fazer parte do povo. Não só o carro de Falcão pertencia à elite como o casamento era um evento de elite. Pode isso Falcão? Veja o vídeo aqui.
Nada assemelha-se a tortada na cara que o ex-presidiário José Genoino recebeu durante o Fórum Social Mundial de Porto Alegre, após ser condenado por corrupção Genoino ainda teve coragem de falar sobre bem estar social. Veja o vídeo aqui.
Não só políticos, ainda existem pessoas que defendem os corruptos, uma radical do PT ameaçou o humorista Diogo Portugal durante um show de humor, aparentemente ela não sabe o que é uma piada, Diogo rebateu com bom humor e seguiu com seu show recebendo ainda mais aplausos por suas piadas. Veja o vídeo aqui.

sábado, 4 de julho de 2015

Voltamos para Trás

Uma família de agricultores dirige alegremente sua picape nova, carregada de melancias, o sorriso desaparece ao encararem a si mesmo no passado fazendo o mesmo percurso a pé, com expressão sofrida e desesperança;
Uma mãe atravessa a rua com seu filho, vestindo o uniforme de um colégio particular, mais uma vez o sorriso deles desaparece ao vislumbrarem o garoto limpando carros no semáforo, como fazia antigamente;
Uma família, em um programa de final de semana, toma sorvete pago pelo pai, todos se divertem quando percebem eles no passado, usando roupas sujas, com fome, vasculhando o lixo em busca de comida. Um texto atravessa a propaganda:
“Quando a gente dá um passo pra frente na vida, precisa preservar o que conquistou. Não podemos deixar que os fantasmas do passado voltem e levem tudo o que conseguimos com tanto esforço. Nosso emprego de hoje não pode voltar a ser o desemprego de ontem. Não podemos dar ouvidos a falsas promessas. O Brasil não quer voltar para trás”. O comercial termina com o logo do PT e a frase “Não podemos Voltar para trás”.
Vocês se lembram desse comercial? Se não se lembram podem assisti-lo aqui. Esta foi a principal bandeira do PT e da Dilma na campanha de 2014 o Brasil não pode voltar para trás, voltada para a nova classe C, que aterrorizada votou em massa. Ironicamente o comercial era uma falsa promessa.

O país está em crise, o desemprego voltou, a nova classe C volta a ser classe D - animados com uma nova realidade à nova classe C frequentava restaurantes e cinemas, desde a posse de Dilma este lazer voltou a ser um luxo.
O comercial mostrava pessoas com roupas novas se vendo no passado com roupas sujas e rasgadas, isso porque a nova casse C comprava roupas novas regularmente, alguns se endividavam certos de que nada mudaria, hoje não compram mais e suas roupas começam a envelhecer, tal qual Dilma prometeu que não aconteceria.
Famílias matriculavam seus filhos em escolas particulares e pagavam plano de saúde, seus filhos puderam parar de trabalhar e concentrar-se no estudo. Hoje as mesmas crianças tem que voltar ao trabalho para complementar a renda, as escolas voltaram a ser públicas e as filas do SUS engrossaram.
Dilma prometeu que não aumentaria os impostos,
Força da mídia petista
ela aumentou, prometeu que não aumentaria a conta de luz, ela aumentou. Mais importante à inflação chegou a 9% - para famílias com renda até R$ 2.000 significa abrir mão de muitas coisas, não apenas do lazer, mas de comida. 
Deixe-me explicar mais detalhadamente para os esquerdistas abastados, que vivem em um mundo ilusório e gostam de usar os pobres com o bandeira política: Estamos falando de famílias que usam 40% da renda em comida e 10% em transporte. Com a inflação os alimentos sobem a cada dia, gradativamente a qualidade da alimentação cai, abrem mão de carne, iogurte, azeite e são obrigados a consumir produtos de segunda ou terceira categoria, isso graças aos adultos que somam dois empregos e seus filhos obrigados a trabalhar.

Os pais de família da Nova Classe C perderam seus empregos formais e voltaram a acumular empregos informais, no primeiro trimestre do ano subiu 18.3% (1.3 milhão de pessoas ficaram desempregados). Os fantasmas do passado estão de volta e a responsabilidade é só sua que votou no PT.

quarta-feira, 1 de julho de 2015

Rafaela Mar


Esta loira é mais uma maravilha de Santa Catarina, polo exportador de deusas – Rafaela é modelo de profissão, já tendo sido destaque na revista Sexy e Dreamcam – escolha certeira para ela “Sou sensual por natureza”. Alguém questiona?
O que uma pessoa sensual por natureza faria para seduzir? Rafaela responde: “Depende da minha intenção com a pessoa. Se quero transar com o cara, vou direto ao assunto (risos). Mas também provoco uso roupas sensuais. Ele vai perceber (risos)”. E que roupas seriam essas? “Não uso calcinha nem sutiã. Então só um vestidinho por cima (risos)”.
Como sempre nós somos legais e damos o caminho das pedras o que um homem precisa ter para seduzi-la: “Não gosto de homem fácil, que dá atenção para qualquer uma. Tem que ser marrento. Só pode dar bola pra mim (risos)”.
Linda, sensual, divertida e cheia de atitude a loira ao ser questionada sobre algo que ainda não tenha feito na cama ela gargalha: “Talvez dupla penetração – ainda não fiz. Tenho muita vontade, mas ainda não tive coragem”. É, meu amigo, se você sair correndo de casa agora pode chegar a Balneário Camboriú até a noite.



























"Os Deuses Mortos" Oito Anos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...