VIII Oito Anos de Os Deuses Mortos

VIII Oito Anos de Os Deuses Mortos

sábado, 27 de fevereiro de 2016

Inaugurada Estátua do Demônio

Tudo começou quando o Estado de Oklahoma teve a brilhante ideia de inaugurar uma estátua com os 10 mandamentos na sede de seu estado, o Capitólio. A ação, por si só ilegal, irritou muitas pessoas.
Em primeiro lugar o Estado Americano é Laico, portanto não pode ostentar nenhum símbolo religioso, o principio do estado americano que vale no Brasil, é por isso que bíblias abertas e crucifixos são retirados de lugares públicos, incluindo bibliotecas, órgãos ligados a qualquer governo não podem ostentar símbolos religiosos de qualquer natureza.
Segundo ponto a iniciativa privada, custeada por cristãos ofende as demais religiões. Ao ostentar um símbolo cristão na sede de seu governo o mesmo passa a ideia de que aquela religião é a correta ou a adotada pelo estado.
Diversos grupos entraram na justiça contra o governo contra o governo de Oklahoma em 30 de Junho a Suprema Corte determino que a estátua fosse retirada do jardim do capitólio baseado no artigo da constituição que proíbe quaisquer crenças religiosas sejam beneficiados pelo estado. A essa altura o estrago estava feito.
A melhor resposta veio por parte dos satanistas, eles pensaram: “Se os cristão podem por que nós não podemos?”. A estátua dos dez mandamentos foi custeada por cristãos. Os satanistas começaram a juntar dinheiro para construir uma estátua de um símbolo satânico e coloca-lo no Capitólio – o estado tem a obrigação de garantir a liberdade religiosa.
A igreja satânica iniciou uma campanha com o objetivo de arrecadar vinte e oito mil dólares para construir uma estátua de 2.5 metros de Baphomet eles conseguiram o valor e construíram a estátua com o planejamento de coloca-la ao lado dos dez mandamentos, porém a decisão da suprema corte veio o plano B: Detroit!
A cidade de Detroit decretou falência sem dinheiro para sustentar iluminação pública os satanistas viram ai a oportunidade “estão vendo? Vocês estão rezando para o deus errado”. Os reverendos da cidade das máquinas ficaram furiosos.
Possuídos os cristãos começaram a se manifestar contra a pluridade religiosa obrigando os satanistas a uma inauguração secreta. Essa aconteceu: no dia 25 de Julho de 2015. Ameaçado o templo satânico teve que vender ingressos pela internet, no local destinado cada um recebeu uma senha e uma localização de onde seria a verdadeira inauguração. Um verdadeiro caso de “demoniofobia”.
Lógico que os cristãos descobriram o local e foram gritar e jogar água benta nos satanistas (sério) a polícia fez seu papel e protegeu os satanistas. Durante o protesto um animal levou uma estátua de São Miguel Arcanjo para a inauguração. Felizmente ninguém ficou ferido e os satanistas puderam exercer sua fé.
A Estátua de Baphomet
A estátua é colossal possui três metros de altura, é feita de bronze maciço mostra Baphomet sentado em seu trono com um pentagrama invertido atrás de si e duas crianças olhando com ternura para o chifrudo. Estima-se que custou cerca de cem mil dólares.
 O templo satânico planeja levar a estátua para o Estado de Arkansas e fixa-la nos jardins do capitólio, onde o governo local colocou uma estátua católica.
O significados da estátua
Longe das bobagens cristãs a estátua possuí muitos significados, vamos destrinchar um a um:
Quem é Baphomet? Um demônio adorado por cavaleiros templários, nada disso essa é uma história inventada pelo Vaticano para organizar um massacre contra seus servos que começavam a ganhar poder político Baphomet foi o bode expiatório; sua origem é descrita pelo ocultista francês Eliphas Levi que desenhou sua figura. Lucien Greaves co-fundador do Templo Satânico usou essa imagem como inspiração para a estátua.
As crianças: representam os dois gêneros humanos e a dualidade humana, mas também é uma esperança dos satanistas de que sua religião possa vir a ser vista como algo belo pelas próximas gerações.
O pentagrama: No satanismo esse símbolo vem invertido é a visão de satanás, esse nos pede para reconsiderar nossas bases culturais, olhar para as provas e reconsiderar sua rotina. Sejamos francos conhecemos apenas uma versão da história.
Os dedos apontando para cima: Baphomet é representado apontando para cima e para baixo uma referência à lei da correspondência o que está a cima é idêntico ao que está abaixo.
As serpentes: Ignore aquela bobagem de Adão e Eva – as cobras são o símbolo da reconciliação os satanistas desejam ver sua religião aceita como qualquer outra. Me parece um pedido justo.


terça-feira, 23 de fevereiro de 2016

AOA (Ace of Angels)

Se você pensou que as Girls Band fossem coisas do passado pense de novo, do outro lado do mundo as coreana vem reinventando o conceito e invadindo o ocidente a receita não é nova: lindas meninas + música dançante + coreografias sensuais = sucesso. Pode não ser muito original, mas com a pitada certa e um pouco de rap a coisa fica diferente de tudo que você já viu.
Ace of Angels ou AOA é formado por sete anjos que espiavam a humanidade por uma bola de cristal, entediadas em sua vida eterna, elas apaixonam-se pela música. Intrigadas “as anjas” descem ao nosso mundo.
As mitologia do grupo foi contada em um teaser “Alngel´s Story” muito divertido – imagine-se andando na rua, distraído, quando sete garotas caem do céu. É nesse ritmo que o grupo se fez estreando oficialmente em 09 de Agosto de 2012, seu primeiro álbum alcançou o oitavo lugar no ranking de vendas da Coréia, mesmo assim ficou abaixo do esperado. Em outubro o grupo retornou com o álbum Wanna Be com suas integrantes inspiradas em personagens de filmes e mais uma vez vendeu bem, mas ficou abaixo das expectativas.
As integrantes seguiram projetos paralelos durante todo o ano de 2013, em sua maioria K-Dramas (versão coreana dos Doramas ou simplesmente as novelas coreanas) até 29 de setembro onde foi anunciado um retorno, o grupo abandonou a inspiração na cultura Pop abraçando o visual sexy o resultado não podia ter sido diferente seu álbum Red Motion terminou em primeiro lugar no país em diversos sites, mesmo assim os executivos não ficaram felizes com os lucros alcançados (para se ter uma ideia de como esse mercado é concorrido).
  O ano de 2014 começou com muita pressão embora tenham acumulado fãs, feito sucesso e impulsionado carreiras solo as meninas do AOA não conseguiam agradar seus chefes o potencial era enorme, mas faltava algo. Elas tiveram sua ultima chance no dia 16 de janeiro foi lançado o single, de nome bastante sugestivo, “Mini Skirts” e finalmente o sucesso merecido a música ficou em primeiro lugar
"Mini Skirts"
nas paradas e não saia da boca dos coreanos.
Brincando com vários fetiches e usando a sensualidade sem ser vulgar o clip musical definiu o tom do grupo que pela primeira vez o ultrapassou as barreiras de seu país atingindo o primeiro lugar nos mercados Japonês, Chinês e Tailandês – as meninas já podem dizer “Somos coreanas e não desistimos nunca!”. O resto é sucesso e história – AOA atingiu status global incluindo um fan club brasileiro dono do site “Place of Angels” de onde retirei o grosso desse post o site é o melhor lugar para conhecer mais sobre AOA clique aqui para entrar.

Integrantes:

Jimin (Shin Ji Min)
Posição no Grupo: Líder e vocalista, Rapper e Guitarrista
Nascimento: Seul em 08 de Janeiro de 1991

Quando estava no ensino médio Jimin estudou no exterior por dois anos onde aprendeu a falar chinês, simultaneamente estudou música aprendendo a tocar: violão, gaita e piano.
Simultaneamente ao AOA Jimin participou de realits shows coreanos de música, em especial um programa dedicado ao RAP chamado Umpretty Rapstar onde apenas cantoras podem participar e uma é eliminada a cada semana. Ela emplacou alguns sucessos solo. Em 2015 foi anunciada como membro do grupo chinês Let´s Go! Drean Team Chinese.

Choa (Park Cho Ah)
 Posição no Grupo: vocalista principal e Guitarrista
Nascimento: Incheon em 06 de Março de 1990

Choa queria cursar música na faculdade, porém seu pai exigiu que ela mantivesse um “trabalho normal” assim começou a estudar administração em um colégio técnico. Sua vida mudou ao ser convidada para uma audição onde foi selecionada para o AOA – no começo seus pais foram contra, sua mãe, pianista, sabia o quanto é difícil sobreviver de música, convencidos por sua filha permitiram que ela tentasse. Nós agradecemos.
De todas as integrantes ela é a que mais se destaca pelo cabelo loiro curtinho atraindo os olhares curiosos. Além de vocalista Choa segue em carreira de atriz em musicais tendo interpretado Gabriella na versão coreana de “High School Musical” em 2013 e Luisa em “Zorro” vivendo a amante do herói latino. Ela e a mais sensual das integrantes do grupo.

Yuna (Seo Yu Na)
Posição no Grupo: vocalista principal e Tecladista
Nascimento: Busan em 30 de Dezembro de 1992

O sonho de ser cantora é muito antigo, tocando piano desde os sete anos, aos 18 anos Yuna conseguiu convencer seus pais a ir a Seul, capital da Coréia do Sul, viver com seu tio e seguir seu sonho onde participou de algumas audições até ser chamada para integrar o AOA.
Em 2013 ela atuou no musical, exibido no Japão, “Summer snow”  sobre uma jovem portadora de doença cardíaca e mora com seu pai, otimista a garota tenta viver sua vida ao máximo e acaba envolvida em um triângulo amoroso.

Hyejeong (Shin Hye Jeong)
Posição no Grupo: vocalista de apoio
Nascimento: Seul em 10 de Agosto de 1993

Hyejeong foi descoberta em 2010 durante um concurso de Miss, eliminada na terceira etapa a moça foi descoberta por um olheiro que a convidou para ingressar no cast da empresa FNC. Em 2012 estreia pelo AOA.
Hyejeong coleciona participações especiais em K-Dramas e clipes musicais de outros cantores coreanos ela participou do programa “The Romantic & Idol” um reality show romântico onde oito famosos, quatro de cada sexo, são enviados para uma ilha onde devem escolher com quem terão encontros românticos e votar em quem será eliminado.

Mina (Kwon Min Ah)
Posição no Grupo: Baixista
Nascimento: Busan em 21 de Setembro de 1993

Desde cedo Mina fazia testes para virar uma estrela, quando foi admitida na empresa FNC em 2009 sua família mudou-se para Seul, em 2012 ela foi recrutada para integrar o AOA.
Além de cantora Mina tem uma sólida carreira como atriz, de fato o Google mostra mais facilmente páginas dedicadas a sua carreira dramática do que de cantora – após papeis secundários ela foi escalada para sua primeira protagonista em 2014 no K-drama “Modern Farmer” onde deu vida a Lee Soo Yeon uma garota animada e inocente, mas que guarda um segredo.

Seolhyun (Kim Seolhyun)
Posição no Grupo: Cantora
Nascimento: Bucheon, Gyeonggi em 03 de Janeiro de 1995

Desde criança Seolhyun toca piano, frequentou a escola de artes e atualmente estuda cinema, durante o colegial ela aprendeu dança e foi recrutada pela agência FNC onde começou a ser preparada para o estrelato, em 2012 foi selecionada para integrar o AOA.
Antes de seu um anjo Seolhyun venceu um concurso de beleza, participou de um videoclipe de uma boy band coreana (da mesma agência) e participou de um K-Drama. Em 2013 foi selecionada como modelo oficial da marca Clean & Clear e foi escalada para protagonisar o K-drama “Ugly Alert” interpretando uma garota que sonha com o estrelato – a arte imita a vida. Em 2015 estreou no cinema com “Gangnam 1970”.

Chanmi (Kim Chan mi)
Posição no Grupo: Segunda Cantora e Maknae
Nascimento: 19 de Junho de 1996

Chanmi era uma criança muito ativa, para gastar a energia foi matriculada por sua mãe em uma escola de dança, o que começou como uma tentativa qualidade de vida virou profissão e hoje ela é o membro mais alto do grupo com 166 cm.

Fan da cantora BOA Chanmi segue sua carreira principalmente no grupo AOA realizando participações em programas de TV e rádio incluindo realitys swows de música e atletismo! Uma curiosidade a garota guarda todas as suas coisas em sua cama, o que dificulta um pouco o processo de dormir.

sábado, 20 de fevereiro de 2016

Não cola mais Lula

Não cola mais: no auge bastava Lula contar uma piada, fazer uma analogia musical, cometer um erro de concordância que todos riam e ignoravam quaisquer acusações. O começo do século se foi e as falas de Lula não colam mais.
Em seus dois primeiros mandatos Lula dizia ser criticado por defender os pobres, por ser nordestino, por ir contra as elites, por ser socialista; por vezes Lula se disse indignado traído por companheiros próximos, por aloprados. Não cola mais!
Não adianta os petistas digitarem no Facebook que Lula é perseguido pela elite por ser um nordestino de origem humilde que chegou ou poder ou que errou ao tentar integrar as classes sociais. Não cola mais! Não existe tal preconceito. Existe indignação.
A crise financeira desmente qualquer falsa ideia de fim da pobreza. Fica cada vez mais claro que o governo do PT foi uma maquiagem que derrete aumentando o número de pobres e miseráveis. Para piorar a incompetência da presidenta trouxe um surto descontrolado do Zika Virus. Não existe brincadeira capaz de nos fazer esquecer as crianças com hidrocefalia.
A ultima tentativa de comoção por parte de Lula virou zombaria nacional. Após denúncia feita do tríplex no Guarujá (leia aqui) Lula foi a público proclamando:

“Se tem uma coisa que eu me orgulho nesse país e não abaixo a cabeça pra ninguém, é que não tem, neste país, uma viva alma mais honesta do que eu. Nem dentro da policia federal, nem dentro do ministério publico, nem dentro da igreja católica, nem dentro da igreja evangélica, nem dentro do sindicato, nem no meio de vocês (blogueiros). Pode ter igual, mais eu duvido”.

O resultado? Zombaria nacional, memes e até marchinha de carnaval ridicularizando sua fala. Em pesquisa recente o instituto Ipsos trouxe números desoladores para Lula sobre sua imagem: para a pergunta “Lula é honesto?” 60% responderam não contra 25% que responderam sim; no auge do mensalão o mesmo instituto fez a mesma pesquisa, na época 49% responderam sim, Lula é honesto.
A mesma pesquisa revelou que para 71% dos brasileiros o PT é o partido mais desonesto do Brasil 60% dos entrevistados são favoráveis ao impeachment de Dilma e 90% querem que a Operação Lava Jato dê prosseguimento. Quem serão os outros 10%?

A Estratégia do PT

Cada dia que passa o cenário piora a crise econômica e política ganha um braço: a crise moral. A jornalista Vera Magalhães trouxe em sua coluna “Radar” da revista Veja que petistas não veem esperança na mudança de opinião sobre Dilma, mesmo que ela consiga se segurar no governo até 2018 sua imagem está arranhada definitivamente. A principal missão é salvar Lula.
O foco são as pessoas que consideram Lula e o PT desonestos atacando nomes da oposição. O primeiro alvo já foi escolhido Aécio Neves o qual teria sido citado em depoimentos da Lava Jato. Youssef, o principal delator que haveria citado Aécio, confirmou nunca ter tido contato com o senador. As citações não são diretas, delatores afirmam que o dinheiro seria repassado por terceiros mas sem nunca ter tido um contato direto. Você pode ler mais detalhes aqui.
Até onde se sabe acusações contra Aécio são especulações (que devem ser averiguadas) o que não interessa a militância petista, portanto preparem-se para uma enxurrada de acusações.


terça-feira, 16 de fevereiro de 2016

Ania Gadea

A modelo e empresária peruana Ania Gadea é uma moça linda e de sangue quente que não leva desaforo para casa. Sonha em atuar na televisão e mantém uma agência de modelo.
Nascida em Miraflores, um distrito turístido da cidade de Lima, Perú em 23 de dezembro de 1990 Ania é uma jovem mamãe e atualmente está solteira. Sobre sua solteirice ela comenta "eu falo os defeitos dos homens na frente de todos. Teve um cara em uma balada que não ligou para mim, dizendo que eu era magra, desnutrida e mal educada. Acabamos virando bons amigos".
Porém ela não é tão brava assim e revela uma atração pelo atacante da seleção mexicana Carlos Vela dizendo que satisfaria qualquer desejo seu, é fã de outro futebolista peruano Vargas el Loco e diz querer conhecer o Brasil.
Sua personalidade forte não se limita aos homens: "Uma vez uma garota que eu tinha acabado conhecer ficou com ciúmes de mim por causa de seu namorado. Eu joguei cerveja na cara dela, ela virou e disse 'obrigada, estava precisando me refrescar'. Hoje somos boas amigas".
Profissionalmente ela já fez vários ensaios sensuais para sites peruanos, mesmo assim é conhecida em toda América Latina em suas "duas versões" loira (tingida) e morena (ao natural) chegou a hora de ser conhecida n Brasil.

Idade 25 anos
Medidas:
altura: 165 cm
Busto: 90 cm
Cintura: 65 cm
Quadril: 95 cm

Peso: 55 Kg





sábado, 13 de fevereiro de 2016

Akeno Himejima

Dentro do universo de “DxD” temos um típico colégio japonês sendo utilizado como base de operações para os demônios do clã Gremory a fim de manter esse disfarce os mesmos se disfarçam como alunos. Os humanos não percebem, pelo contrário admiram os capetas.
As duas garotas mais populares e desejadas do anime são Rias Gremory e Akeno Himejima, existindo muita discussão dentre os alunos sobre qual é a número 1! O mesmo ocorre entre os fãs do anime resultando na alta popularidade da Akeno. Esse post é dedicado a ela.
A primeira temporada é injusta com a musa desse tópico, Akeno é apresentada como a rainha de Rias – cada demônio deve criar um pequeno exército atribuindo a cada novo demônio uma peça do xadrez – ficamos sabendo apenas que ela é muito poderosa e muito sádica. Por isso vamos pular diretamente para outras duas temporadas “New” e “Born” a partir do próximo parágrafo o post contará com alguns spoilers, nada que estrague sua diversão.

Antes de tornar-se um demônio Akena foi um híbrido – sua mãe, uma sacerdotisa, que encontrou um homem muito ferido e cuidou dele, Barakiel, um anjo caído, os dois apaixonam-se e dessa relação proibida nasce Akeno.
Anjos caídos são anjos que se revoltaram contra deus, uma sacerdotisa é uma mulher que devota sua vida a religião xintoísta, como se não bastasse Akeno nasceu fora do casamento – seu pai passava longos períodos fora, mas compensava sua ausência com muito amor.
Akeno e sua mãe sofriam com a perseguição de ignorantes, pessoas que não aceitavam essa relação em uma dessas perseguições sua mãe acabou morta. Barakiel estava em uma missão de anjo caído e não pode ajuda-la, Akeno (uma criança) jamais o perdoou, ela abandonou o sobrenome do pai e
Akeno mostra suas asas mestiças
escondeu suas asas da vista de todas.
Como se pode imaginar uma criança sem lar, sem família e odiada por todos não teve vida longa. As vésperas de sua morte ela foi encontrada por Rias Gremory, também uma criança, essa lhe ofereceu um acordo: Akeno tornar-se-ia um demônio e viveria por ela ou morreria na neve. Para nossa felicidade ela disse sim.
Akeno e Rias crescem como irmãs, durante a primeira temporada, quando Rias é prometida a Phoenix, Akeno foi a única a perceber a tristeza de sua amiga. Sua mestra não permite uma aproximação maior, mesmo assim chama Akeno de “minha melhor amiga” todos nós sabemos que Rias Gremory faz de tudo para não preocupar seus servos.
Quando Rias começou a se apaixonar por Issei quem foi a primeira pessoa a perceber? Bingo! A princesa carmesim abraça o garoto e Akeno percebe que aquele abraço era diferente. Mais ninguém notou, mesmos os espectadores, muitos só sacaram pela reação de Akeno, as duas são quase irmãs o que permite algumas liberdades e confidências. Falaremos mais para frente.
Quando Asia Argento foi sequestrada por anjos caído Issei disse odiá-los, foi uma anja caída que o seduziu e matou, no mesmo episódio outro anjo caído tentou mata-lo, e ainda um grupo de anjos caídos renegados mataram Asia, a garota que ele jurou proteger, dá para entender porque ele os odeia.
Ao final da primeira temporada Akeno começa a reconhecer Issei como um homem de valor, o garoto simplesmente invade o inferno e desafia um demônio para sair na mão, ele merece tanta atenção. A façanha custou caro Issei vendeu seu braço direito ao dragão que vive nele em troca de poder. Quem foi designada para ajuda-lo?
O braço direito de Issei pertence a um dragão, mudando sua aparência, Akeno absorve todo o poder excessivo do dragão devolvendo a aparência normal ao rapaz. Estamos falando de uma mulher sensual e sádica. Para tanto ela fica seminua e chupa o dedo de Issei, muito para deixa-lo envergonhado.
Com o desenrolar da trama Akeno percebe que Issei é um homem de valor, apesar de ser um tarado e meio idiota o rapaz é integro e confiável. Além disso ele defende todas as mulheres do grupo da mesma maneira. Lentamente ela se apaixona. A primeira pessoa a perceber é Rias, claro.
Akeno encontrou-se com dois problemas: o homem que ela ama é amado por sua melhor amiga e superior e o mesmo odeia anjos caídos. Durante uma batalha um inimigo diz conhecer o pai dela, Akeno fica furiosa “não me confunda com ele” percebemos muito rancor e dor em sua voz, Issei a defendeu, mesmo sem saber do que se tratava.
Após a batalha Issei pergunta a Akeno, o humor habitual dela muda seu sorriso constante e ar malicioso transforma-se em vergonha, ela conta sua história afirmando que aceitou ser um demônio para não ostentar mais asas negras de anjo. Então ela revela o resultado de sua conversão mesmo como demônio ela segue sendo um híbrido ostentando asas de demônios e anjos, perguntado se agora que sabe a verdade Issei a odeia por ser um anjo caído.   
O rapaz afirma odiar anjos caídos, o que entristece Akeno, mas é incapaz de odiá-la, pelo contrário ele gosta muito dela, independente de quem seja seu pai. Um dos problemas estava resolvido, faltava o outro. As suspeitas de Rias crescem e Akeno tem uma ideia brilhante propõe a Isei serem amantes, Rias nunca pode saber, infelizmente seus planos são arruinados quando a princesa carmesim os pega em flagrante.
Tendo seu plano descoberto Akeno parte para o ataque direto seduzindo o “pobre” Isei a todo o momento, na frente de Rias pedindo o garoto “emprestado” – aprenderam né? Se estiverem de olho no(a) namorado(a) de seu(sua) amigo(a) nada de fazer escondido seduza na cara dura pelo menos você nunca será acusado de ser sínico(a).
Como boa sádica Akeno diverte-se com as brigas contra Rias, a capeta de cabelo vermelho fica furiosa, já Akeno adora irrita-la e muitas vezes dá em cima de Issei apenas para provocar sua amiga. As duas são como irmãs e fica claro que Akeno nunca faria nada para magoar Rias.
A coisa muda de figura em um episódio quando Akeno pede Issei emprestado, Rias percebe que sua amiga falara sério e permite que os dois se encontrem. Nesse dias vemos outra faceta da garota. Meiga e delicada, Issei fica balançado. O encontro foi motivado por uma briga entre Akeno e seu pai e a rainha estava confusa.
A melhor maneira de terminar um encontro é na cama e Akeno, que não é virgem e nem boba, leva Issei para o quarto, esse percebe que havia algo de errado. Ela tenta resolver suas mágoas com o sexo e Issei tenta consola-la. A afeição e carinho do rapaz despertam memórias de Akeno:
Ela lembra-se de como seu pai brincava com ela e como ele e como amava sua mãe. Percebendo que o assassinato de sua mãe não foi culpa de seu pai, mesmo sabendo ela nunca conseguiu admitir. Não até aquele momento.
Depois do falecimento de sua mãe Akeno nunca se deu bem com seu pai, no ultimo encontro ela afirmou que suas roupas de sacerdotisa significavam que ela não tinha pai e o expulsou de sua frente. Barakiel não disse nada, apenas levantou-se em silêncio, engolindo sua tristeza.
Após sua epifania Akeno leva um bento (a marmita japonesa) para Barakiel dizendo que fez para ele comer na viajem de volta. E despede-se com um sorriso no rosto. No caminho o anjo descobre que Akeno preparou um bento idêntico ao que sua mãe fazia. Ficou claro que ela estava arrependida e tentava uma conciliação, a qual fez seu pai ficar muito feliz.

A personalidade de Akeno

Akeno possui muitas facetas, assim como qualquer pessoa essas facetas diferentes compõe sua
personalidade. Ela é uma japonesa tradicional é elegante delicada no andar, sutil e discreta, adora cozinhar e alimenta todos do grupo. Quando não está de uniforme ela veste sua roupa de sacerdotisa e nas festas usa quimono e não vestidos longos.
Por detrás de sua aparência existe uma sádica, o sorriso gentil que ostenta publicamente é substituído pelo libidinoso. Lutar a excita e derrotar um oponente é como ter um orgasmo. Vocês já perceberam como ela lambe os dedos ao término de um ataque?
Sua sexualização esconde uma garota frágil e machucada, seu passado e identidade mestiça não são aceitas e ela os encobre. Tudo aquilo que é oculto uma hora volta e mais forte, é a gentileza de Issei e o acolhimento de Rias que a fazem se lembrar do carinho e amor de seu pai.
Como eu disse cada facete é um pedaço de sua personalidade, ela não é sádica por ter um passado triste ela é sádica e possui marcas do passado. Uma de suas diversões é seduzir e provocar seus amigos com comentários ou ações, não de forma maldosa, pelo contrário a garota ama muito seus companheiros os considerando parte de sua família e mesmo tendo muito tesão por Issei nunca o roubaria de Rias, pois sabe que ele ficaria muito triste. Agora se o rapaz decidir por vontade própria ela não tem nada a ver com isso. 


segunda-feira, 8 de fevereiro de 2016

K-On



K-On significa música leve e “leve” é a melhor palavra para descrever esse anime: cinco amigas reúnem-se todos os dias na sala de música para tomar chá, conversar, se divertir e as vezes ensaiar. Divertido e simpático é simplesmente impossível não gostar de K-On.

Como um bom grupo cada membro tem sua importância e suas características, no caso de k-On os instrumentos ajudam a demonstrar a personalidade de cada integrante. Baseado em mangá homônimo conta com duas temporadas: “K-On” com 12 episódios e um extra; “K-On!!” com 26 episódios e um filme exibido nos cinemas japoneses.

A história começa com as amigas Ritsu Tainaka e Mio Akiyama a primeira convence sua amiga a criar uma banda de música pop/rock e vê no colegial sua chance – no Japão as escolas possuem clubes dos mais diversos timos e Ritsu, sabendo da existência de um clube de música, convence sua amiga a se inscrever. Porém o clube estava desativado por falta de membros.

Os últimos membros do clube se formaram, sem ninguém para dar continuidade. Ritsu anima-se essa era sua chance de montar a banda e ser a presidente do clube de uma só tacada. Só depois ela ficou sabendo que clubes com menos de quatro membros são desativados. Correndo contra o tempo ela precisa de mais duas integrantes.

É nesse momento que surge Tsumugi Kotobuki, simplesmente Mugi, a loirinha herdeira de milionários é gentil e meiga, ao conhecer Mio e Ritsu ela anima-se com as brigas dela e diverte-se indo a lanchonete ou fazer compras em lojas de conveniências – coisas normais mas que ela nunca tinha feito antes.

Sem que elas soubessem Yui Hirasawa, outra menina meiga e bonitinha, porém desastrada, avoada e por que não burrinha? A menina se preocupa em encontrar um sentido para sua vida – até então ela limitou-se a dormir e comer. Yui entra no K-On por dois motivos: 1) para tomar chá e comer bolo; 2) ela achou que música leve seria música fácil de tocar (ela pensou em assobiar). Deu para entender sua personalidade?

Mio e Ritsu
Uma vez formada a banda o que elas fazem? Ensaiar? Não se divertir. Essa é a temática do anime a vida deve ser divertida e vivida com os amigos, as quatro passam suas tardes bebendo chá e comendo bolo, todos trazidos pela Mugi, futuramente ela revela que seu jogo de chá pertenceu à família real da Bélgica.

Claro que um anime protagonizado por uma banda tem música, mesmo elas não ensaiando, tem como ponto auto a música, algumas ganhando clipes musicais. Você se sente como se tivesse vendo uma banda de verdade e não um anime. As garotas se juntam para comprar instrumentos, tocam nos festivais escolares e momento especiais, saem em viagens de férias, fazem guerra de travesseiros. A maioria dos episódios mostra seu cotidiano como viagens e conversas.

Com o passar dos episódios vemos é Yui aprendendo a tocar guitarra, mesmo sem saber os comandos básicos ou nome dos movimento, Mio tentando por ordem na casa e sendo constantemente atormentada por Ritsu, que adora assustar sua amiga de infância, e Mugi vivendo no mundo da lua aproveitando a amizade de suas amigas. Uma das imagens mais clássica é um sofá onde as meninas colocam suas mochilas, uma do lado da outra, representando a amizade delas.

Na metade da primeira temporada começa um novo ano escolar e Azusa Nakano entra no colégio, filha de músicos profissionais a menina é uma expert e encanta-se ao ouvir as meninas tocando na cerimônia de abertura das aulas e entra para o clube, mas decepciona-se ao ver que elas ficam mais tempo comendo bolo do que ensaiando. Dona de personalidade forte ela não admite a situação, com o tempo entende que K-On é sobre amizade a música, mesmo sendo importante, está em segundo plano. Com o tempo ela se solta e acaba virando a mascote do grupo.

Um membro importante do grupo é a professora de música Sawako linda, gentil e admirada pelas alunas ela torna-se responsável pelas alunas após ser chantageada por Ritsu. No passado foi membro do K-On que tinha uma banda de Black Metal, tudo para conquistar um garoto que admira mulheres selvagens, porém ela exagerou. Uma vez relaxada Sawako se revela desleixada e manipuladora. Seu hobbie é fazer roupas para as apresentações, com um prazer especial em constranger Mio – a menina se diz torturada por sua professora e amigas.

Temos em K-On a maior concentração de meninas fofas por metro quadrado dos animes, se prestarem atenção vão perceber que não existem homens no anime, os poucos são coadjuvantes e raramente dão as caras, isso porque as protagonistas foram pensadas para serem meninas perfeitas (meigas e delicadas) sem namorados ou interesses amorosos sua amizade pode ser explorada a fundo. Em nenhum momento vemos elas competindo ou seduzindo. O que não impediu fãs japoneses de namorarem as protagonistas passeando pelas ruas de Tóquio com réplicas das garotas.

K-on relata o universo feminino e foi feito pensando nas garotas, porém a maioria dos fãs são homens. Em suma K-On é recomendado para todos os gêneros e todas as idades. Como eu disse impossível não gostar.



A Banda

 

"Don´t say ‘Lazy’"
Se o clube é feito no improviso a banda não poderia ser diferente, as vésperas da primeira apresentação as meninas (ainda sem Azusa) se dão conta de que não tem uma vocalista, aliás sua música não tem letra!

Mio escreve as pressas uma letra bonitinha que Yui se prontifica a cantar, temos ai um problema a menina não consegue tocar guitarra e cantar ao mesmo temo (falei que o miolinho dela não funciona) ela se dedica, ensaia a exaustão e... fica rouca, não podendo cantar.

Sem escolha Mio torna-se a vocalista, a menina é super tímida, detesta chamar a atenção, chega ao ponto de tocar baixo por ser um instrumento discreto. Ela é obrigada a cantar, futuramente Yui torna-se a vocalista, cantando os temas de encerramento.

No final da temporada as meninas preparam-se para outra apresentação quando descobrem que sua banda não possui nome!! Elas não se preocupam com detalhes. Após discussão Sawako batiza o grupo como “Hora do Chá Depois da Escola” abreviado em HTT (Ho-Kago Tea Time) tudo haver com elas.

O mais legal é que a banda existe as dubladoras se reúnem para fazer shows e lançarem singles e CDs. As duas músicas da primeira temporada: “Cagayake! Girls” tema de abertura cantado por Yui e “Don´t say ‘Lazy’” encerramento cantada por Mio foram lançadas comercialmente a primeira canção foi a quarta música mais tocada no Japão enquanto o encerramento ficou em segundo lugar. O próximo lançamento foi “Fuwa fuwa Time” alcançando a terceira colocação mas mais tocadas.

Com as cinco integrantes o grupo lançou seu primeiro CD “Ho-Kago Tea Time” alcançando o primeiro lugar nas vendas – HTT foi a primeira banda de animes a atingir esse feito. Fora a venda dos CDs duas músicas atingiram o primeiro lugar no país “No, Thank you” e “Utauyo!! Miracle”.



Personagens



Yui

Primeira guitarra e Vocalista

Não existe uma protagonista em K-On, mas Yui se destaca como líder da banda devido ao seu entusiasmo, é difícil descreve-la preguiçosa, distraída, atrapalhada a menina consegue esquecer os acordes que acabou de aprender, tem dificuldades em tocar e cantar ao mesmo tempo, isso quando não esquece a letra e/ou o acorde, ao mesmo tempo é muito talentosa e dedicada, enquanto todos estão dormindo ela ensaia. Um pouco infantil ela batiza sua guitarra de “Guita” dormindo com a guitarra e a vestindo com suas roupas! Ela canta os temos de abertura.

A guitarra é um instrumento estridente e chamativo, assim como Yui que se destaca no palco e no cotidiano, animada ela dá o algo a amais ao anime.



Mio

Baixio e vocal

Em um anime repleto de meninas meigas Mio se destaca sendo a mais fofinha delas séria cobra mais ensaios de suas colegas, enquanto todas tomam chá ela compõe músicas. Mio é tímida e medrosa, ela tem medo de quase tudo histórias assustadoras, músicas pesadas, coisas feias e estranhas, ela chega a ter medo de lagosta e cracas! Como não poderia deixar de ser ela é constantemente atormentada por Ritsu que lhe contas histórias assustadoras e por sua professora que adora vesti-la como empregada e outros fetiches. Mio possui seu próprio fã clube.

O baixo é um som constante que faz o fundo musical é um instrumento discreto tal qual Mio que tenta ficar invisível, K-On não seria o mesmo sem ela, a personagem preferida da maioria dos fãs.



Ritsu

Bateria

O HTT não existira sem ela, foi a garota quem teve a ideia de criar a banda e reabriu o clube de música. Deixando isso de lado Ritsu é hiperativa, desleixada, irresponsável, ciumenta e chantagista. Ela não hesita em manipular as pessoas além de ser um desastre como presidente do clube sempre se esquecendo de reservar o auditório e fugindo dos ensaios. Amiga de infância de Mio se diverte atormentando a garota e quase sempre apanha para entrar na linha. Na verdade ela ama sua amiga e sente muito ciúmes dela.

A bateria dá o ritmo à música, assim como Ritsu agitada ela é espivetada dando ritmo aos episódios sempre com alguma ideia. Discrição não faz parte de seu vocabulário.



Mugi

Teclado

Uma verdadeira princesa, delicada, adora cozinhar e preparar chás, filha de um rico empresário a garota sempre viveu em um mundo aparte, protegida pelos pais ela nunca fez coisas comuns a todos como ir ao Mc Donald´s! Inicialmente Mugi se juntaria ao coral da escola, mas ao ver Mio e Ritsu discutindo ela se divertiu e percebeu que estava perdendo uma parte importante da vida. Um dos seus maiores prazeres no K-On foi poder pechinchar pela primeira vez. Ela não consegue entender a relação que suas amigas tem com o dinheiro.

O teclado é um instrumento sutil e versátil assim como Mugi a menina será a perfeita esposa, uma dona de casa meiga e bonitinha, ao tempo que aprende o prazer de fazer bagunça irresponsável. Aprendido com Yui e Ritsu.



Azusa

Segunda Guitarra

O membro mais novo do HTT ela foi adotada como mascote das meninas, Sawako a faz usar orelhas de gato e Yui a apelida de Azu-Nyan (algo como Azu-Miau) sofrendo como as demonstrações de carinho de Yui. Inicialmente fica decepcionada com a atitude das meninas, em especial com o total desconhecimento da teoria musical por parte de Yui ela quase abandona o grupo, mas ao ver como as meninas eram amigas e reparar nas mochilas delas, uma do lado da outra sobre o sofá, Azusa decide entrar no grupo e relaxar um pouco.

A segunda guitarra aparece menos do que a primeira, Azusa é a melhor música das cinco, mas aceita ficar atrás de Yui devido a hierarquia pela idade, a estridência do instrumento pode ser vista em sua personalidade forte. Com o tempo ela se solta e mesmo sem admitir é a que mais se diverte cabulando os ensaios.

"Os Deuses Mortos" Oito Anos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...