IX Anos de Os Deuses Mortos

Os Deuses Mortos Nove Anos

quarta-feira, 27 de dezembro de 2017

Coisas legais que vão vir em 2018

Está todo mundo falando sobre 2018, todos prevendo desgraças, desde a terceira guerra mundial até uma batalha civil durante as eleições presidenciais. Tudo bem, são assuntos importantes, não só de desgraça vive o mundo. Coisas legais estão por vir, vamos a elas

Superman 80 anos
Em 2018 o maior herói de todos completa oitenta anos de existência, mesmo sem um filme programado (mancada da Wharner) aqui no blog a data não vai passar em branco, assim como na DC.
Nos 75 anos vários grafic novels em edições especiais, todas encadernadas, basta esperar para ver o que acontece. 

DxD Hero
Finalmente a quarta temporada vai estrear, Issey e Rias Gremory estarão de volta, ainda não temos a data. Como certeza não será em Janeiro ou já teríamos tido notícias. Basta ter calma e aguardar.
A nova saga deve abordar o arco Hero e muito provavelmente vai marcar o final da animação, a não ser que faça muito sucesso, mas não conte com uma continuação como certa ok?

Filmes de Sailor Moon
Um dos melhores mangás já escritos e uma das marcas mais poderosas do Japão sofreu um reboot. Em 2014 a Toei começou a adaptar o mangá de forma fidedigna, embora a qualidade do roteiro seja inquestionável a animação conta com um sério problema: a animação.
Ano passado Sailor Moon completou 25 anos, na data do aniversário da Usagi (a protagonista, para quem não sabe) Naoko Takeushi (criadora do mangá) e a Toei prometeram dois filmes para cinema, adaptando o quarto arco do mangá.
O quarto arco, do Circo Dead Moon, é um dos mais legais do mangá (se não for o melhor!) e não se parece em nada com o anime clássico- Sailor Moon Super S - a pior fase disparado. 
Em um filme a animação pode ter uma maior qualidade, vale a pena esperar. Novidades aqui no Blog.

Full Metal Panic 3
Uma das franquias de Mechas (robôs gigantes) mais divertida dos animes está de volta, o anúncio pegou todos de surpresa. Sua temporada anterior foi realizada em 2006.
Na trama Kaname Chidori é uma estudante normal, que é uma Whispered - alguém que nasce com a habilidade de comandar qualquer arma. 
Por ser japonesa uma organização secreta envia um rapaz japonês para protege-la o sargento Susuke Sagara, porém seu protetor é tudo, menos normal.
Sagara cresceu em guerras e tudo que sabe da vida envolve estratégias militares, o que rende as melhores piadas do anime. Até agora existem duas temporadas, um OVA e uma temporada especial focada na comédia chamada Full Metal Panic? Fumofu! Exibida pelo canal Animax.

O Predador
O alienígena caçador de troféus e que adora uma onda de calor está voltando, com estréia marcada para 03 de Agosto.
Na trama grupo de veteranos  de guerra tem o azar de ver a nave dos predadores aterrissando e acabam entrando na mira do alienígena, o filme deve beber direto da fonte do filme original onde brucutus ficam na mira do alienígena.

Annihilation
Mistura de horror com ficção esse é um dos filmes que mais chama a atenção e promete para 2018, sua estréia está logo ai, em fevereiro.
Bióloga (Natalie Portman) junta-se a uma expedição em busca de uma equipe desaparecida, uma vez no local acaba descobrindo uma estranha contaminação: como se a natureza impregnasse os animais e humanos. As coisas pioram com o surgimento de um animal desconhecido.

Aquaman
Previsto para Novembro e com direção de James Wan a história do príncipe de Atlantida promete ser um dos melhores filmes de ação do ano.
Esse deve ser um dos poucos filmes de ação a não utilizar a fórmula Marvel - encher o filme de piadinhas e tratar o público como débil mental - Mesmo porque Jason Momoa não tem cara de piadista.
Na trama Aquaman (Momoa) vai ter que administrar o ódio de seu povo, os atlantis, contra os seres da superfície (ou seja, nós) o motivo: a poluição dos mares. O príncipe aquático vai tentar evitar a guerra.

sexta-feira, 22 de dezembro de 2017

O Natal da Nossa Infância

Que tal fazer uma viagem no tempo e relembrar como era o Natal na nossa infância? Na semana do Natal começavam a passar filmes natalinos, em especial Esqueceram de Mim, Férias Frustradas de Natal e Grenmilins.
Na noite de Natal passavam especiais, que você não conseguia ouvir pois a família ficava reunida conversando e você criança ficava puta, pois tinha esperado o dia inteiro para assistir o Perna Longa salvando o Papai Noel e na hora H não conseguia escutar.
E quem ficava esperando o Papai Noel descer pela chaminé e o via chegando de carro? Ou nem via, ficava esperando pelo bom velhinho e dormia, sua mãe ou pai o acordava gritando: "O Papai Noel", assim que você abria os olhos, nada do homem de vermelho.
Como que um gordo idoso podia ser tão rápido, não é mesmo?
Me lembro das decorações de natal compradas em bancas de jornal, a geração 80 e 90 sabe bem como essas bancas vendiam de tudo: desde jogos de futebol de botão até kits de papel temáticos (sim, também vendiam jornais).
Eu tinha um calendário que marcava os 25 dias até o natal, era uma tortura, cada dia abrir uma casinha e perceber o quanto a data estava longe.


Brinquedos

O que toda criança mais gostava do natal? Brinquedos, vamos relembrar algumas preciosidades que almejávamos (e as vezes ganhávamos):


Aquaplay

Baby que fala

Boneco jaspion

bonecos tartarugas ninja
Brinquedo Changeman


brinquedos do Rambo

cavaleiros do zodíaco

Forte Apache

He-Man

Helicóptero Comandos em Ação

Helicóptero do Rambo

Jogo de pescaria

Neb

Toppo Gigo



terça-feira, 19 de dezembro de 2017

A Origem do Papai Noel

Estamos em Dezembro, época de celebrar o natal, dar e receber presentes, data conhecida mundialmente como a festa cristã, mesmo que suas origens passem longe do cristianismo.
Já escrevi sobre a origem do natal, como celebração ao deus Frey, o deus da fertilidade, quando os cristãos ascenderam politicamente (após o apoio de Constantino) as datas e celebrações pagãs foram agregadas ao calendário cristão, o natal foi mais uma delas. Se você quiser saber mais clique aqui para ir ao post sobre a origem do natal.
Você já deve ter ouvido que Papai Noel foi inspirado em São Nicolau, um monge turco que teria ajudado uma jovem a não ser vendida pelo pai. 
São Nicolau

Incapaz de oferecer um dote pelo casamento da moça o patriarca da família iria vender sua filha, segundo a lenda São Nicolau impediu a transação jogando um saco de dinheiro para o pai, cobrindo as despesas do dote.
São Nicolau teria vivido no século IV, mas só foi canonizado no século IX e o dia cinco de dezembro passou a ser comemorado como o dia de São Nicolau (e não 25, como fazemos hoje). Em muitos lugares do mundo São Nicolau visita escolas no dia cinco, para conferir quem foi bonzinho.
São Nicolau foi considerado o padroeiro das crianças
Mas por que o natal mudou para dia 25? Os nórdicos comemoravam nesse dia o Yule (roda, em tradução literal), acreditava-se que nessa data o sol girava no céu e as pessoas celebravam com círculos de palha (que vieram a ser nossas guirlandas).


Papai Noel Ganha Forma

No final do século XIX o desenhista alemão Thomas
O desenho de Thomas Nast 
Nast acrescentou algumas características a imagem do santo, ele foi o responsável pelo bom velhinho com bochechas rosadas, casaco marrom e uma coroa de azevino (uma planta regional, usada em comemorações natalinas). Essa nova imagem foi publicada na revista Haper´s Weekley.

Você deve ter reparado que algo está diferente nessa história, o casaco era inicialmente marrom e não vermelhas.
Suas vestes mudaram de cor em 1930 quando a Coca-Cola, em uma ação publicitária, mudou de imagem.
Até então a bebida era consumida por um público mais velho, que a comprava em farmácias, visando os jovens a Coca-Cola achou um garoto propaganda ideal, adivinhe quem foi o escolhido?
A empresa redesenhou o bom velhinho com ares mais simpáticos, gorducho, com um gorro e nas cores da marca. Desde então o bom velhinho não mudou mais.


Krampus

Essa verssão descrita acima é a mais aceita no nosso continente, outros lugares trazem versões um pouco diferentes. Uma delas é o demônio Krampus, uma figura que acompanha o gorducho na noite de Natal.
krampus

Krampus é o responsável por punir as crianças malvadas, falei sobre essa criatura em outro post, que você pode acessar clicando aqui. Em resumo Krampus significa garra e sua lenda é natural dos países nórdicos.
Lembra que eu falei que o natal era originalmente uma festa pagã? Nessa festa realizava-se sacrifícios humanos e Krampus era um desses deuses, sua origem e função ficaram perdidas no tempo.
Dos resquícios dos sacrifícios humanos restou apenas a imagem do principal ajudante de São Nicolau, que pune severamente as crianças levadas.


Lapônia

Atualmente o Papai Noel reside na Lapônia, de onde parte para entregar seus presentes, as renas são naturais dessa região. 
O Google acompanha o bom velhinho pelo mundo na noite de natal.
Atualmente a Vila do Papai Noel é um dos principais pontos turísticos da Finlândia, onde a Lapônia se localiza, e pode ser visitada pelo Google maps.
Então, já escreveu sua cartinha?





sábado, 16 de dezembro de 2017

Sara Suzanne Brown

Uma vez por outra nos deparamos com atrizes que ficaram esquecidas em filmes B, produções menores ou até mesmo filmes desconhecidos. Nesse primeiro post vou apresentar ou reapresentar Sara Suzanne Brown, uma loira maravilhosa que fez a alegria da garotada que assistiam ao Cine Band Privet e recomendar cinco de seus filmes.
Foi muito difícil encontrar a biografia dessa moça, assim como fotos atuais, sua carreira consiste de 11 produções, todos realizados na década de 1990 onde exibia seu corpo maravilhoso. Ainda hoje encontra-se homenagens de fãs e cenas de seus filmes, mas nada dela, que vive sua aposentadoria.
Seus filmes alternam entre a comédia e o softcore, de fato muitos de seus filmes foram exibidos no extinto cine Band Privet, o mais perto do cinema A em que chegou foi em sua estréia, onde viveu uma streaper em O Último Boy Scout, sem mais delongas vamos aos filmes:


The Bikini Carwash Company (1992)
Rapaz tímido e dedicado aos estudos vai para Los Angeles a pedido de seu tio, cheio de ideias em como alavancar os negócios conhece uma linda garota que o seduz buscando um emprego, assim nasce a companhia de lava rápido com mulheres de biquíni.
Sara é uma das beldades que se molham enquanto arrecadam dinheiro, mas as coisas não são tão fáceis assim. Um político local enxerga vulgaridade e uma agressão a moral no lava rápido, ele tenta convencer o prefeito a fechar o local. Ainda temos um tarado que fica se exibindo para as garotas.
Assista aqui



The Bikini Carwash Company 2 (1993)
O primeiro filme foi um relativo sucesso (tinha como não ser?), sendo exibido aqui no Brasil nas tardes de Sábado (em uma época pré mimimi) e com isso ganhou uma continuação com praticamente todo o elenco original.
O Lava carros deu tão certo que ele foi vendido por uma quantia mais que generosa, o comprador prometeu a todos que continuariam com os negócios, porém nem tudo ocorre de acordo com as promessas.
O CEO que comprou o negócio está interessado apenas no terreno e tem planos para demolir o local. As meninas tem uma semana para arrecadar US$ 4 milhões e recomprar o negócio.
Assista aqui

Secret Games 2 (1993)
Um dos "clássicos" do Cine Band Privet misturando drama com generosas cenas de sexo, nessa época o cinema erótico ainda investia em histórias, trazendo tramas, personagens motivados e algum desenvolvimento psicológico.
Aqui um homem casado aproveita a ausência de sua esposa para se divertir, ele vai contratando prostitutas, gradativamente seus desejos vão se intensificando, ficando mais perigosos.
O protagonista segue tendo crises de consciência com as memórias de suas escapadas. Foi exibido no Brasil e lançado em VHS com o título de Jogos Secretos 2.
Assista aqui



Killer Looks (1994)
Outro filme bastante reprisado pelo cine Band Privet, lançado com o título de Limites da Sedução, disponível em VHS.
Na obra casal desgastado encontra maneira de se excitar: ela seduz um estranho e o leva para cama, tudo sob a supervisão oculta do marido, tudo sob certas regras que o casal respeita.
As coisas mudam quando ela seduz o homem errado, com quem ela começa a se envolver, ai fica claro o título do filme. 
Assista aqui



Test Tube Teens From The Year 2000 (1994) 
De todos os filmes aqui descritos esse é o mais divertido, uma comédia escrachada com poucas (mas excelentes) cenas de sexo, erroneamente exibido no Cine Band Privet com o título Fuga pela Sedução, esse não é um filme erótico, mas sim uma comédia sensual produzida pela Full Moon, empresa especializada em filmes de terror.
Estamos no futuro, mais especificamente o longínquo século XXI, nessa sociedade utópica o sexo é proibido, tudo relacionado ao ato sexual é proibido, o que não impede dos jovens pensarem nele o tempo todo.
Nossos protagonistas voltam no tempo, tentando impedir esse futuro, seu objetivo é a atual governante, que no passado é a direto de de um colégio feminino, onde os rapazes se disfarçam de mulher.
Sobra até para o Exterminador do Futuro, um robô vindo do futuro vem ao passado, enviado pelo governo, para impedir os jovens de salvarem o futuro. 
Assista aqui

quarta-feira, 13 de dezembro de 2017

O Filme de Naruto

Hollywood continua insistindo nas adaptações de animes, algo que pode ser muito bom ou muito ruim, depende do que for feito.
As referências mais próximas são os quadrinhos e os jogos, o primeiro subgênero passou por várias fases, mas só quando decidiram tentar é que a coisa engrenou. Existem verdadeiros clássicos adaptados dos quadrinhos como Superman - O Filme e Conan, assim como clássicos modernos, exemplo da trilogia O Cavaleiro das Trevas.
Os Games não tiveram tanta sorte, mas tem sim bons filmes como Warcraft, Mortal Kombat e Resident Evil; mas tem Super Mario Bros e Street Fighter.
As adaptações de animes por Hollywood estão engatinhando, existem filmes mais antigos e muito bons como O Combate: Lágrimas do Guerreiro (adaptado de um mangá), mas o que vem a nossa mente são os exemplos mais recentes: Dragon Ball Evolution e A Vigilante do Amanhã (para não citar Dath Note, o lixo supremo feito pela Netflix).

Naruto: O Filme

Independente de sua qualidade Naturo é um sucesso, goste ou não desse ninja irritante o anime é um marco e merece ser respeitado, não a toa está na mira de Hollywood. Mira não é a palavra certa, a pré-produção está avançada e o filme deve estrear em 2019 (isso é uma previsão).
O anuncio oficial foi feito pela Shonen Jump (editora de Naruto) no final do ano passado, de lá pra cá a coisa avançou. 
A Lions Gate está envolvida no projeto. A produtora tem certa experiência na área, tendo realizado o filme de Power Rangers e Jogos Vorazes (o plágio de Battle Royale).
De lá para cá o filme ganhou diretor, roteiristas e arte conceitual. o primeiro anuncio foi do diretor e a notícia não é boa. O escolhido é Michael Gracey, já ouviu falar dele? Pois é.
Gracey tem um filme na carreira: O Rei do Show, de 2017, sua carreira em Hollywood foi construída como técnico em efeitos especiais. O que preocupa muito, já vimos o que acontece quando diretores acreditam que computação gráfica substitui roteiro.
O roteiro está por conta dos irmãos Jon e Erich Hoeber, responsáveis por Red: Aposentados e Perigosos; Battleship: A Batalha dos Mares e Terror na Antártida. Nada muito bom, mas nenhum deles é péssimo.
Em Hollywood existe um ditado: as três coisas mais importantes em um filme são: roteiro, roteiro e roteiro. Os irmãos Hoeber estão acostumados com filmes de ação e adaptações.
Naruto tem seu enfoque nas batalhas, o desenvolvimento das personagens é secundário ao plot e a ação, algo muto diferente de Ghost in the Shell, então pode dar certo.
Naruto é difícil de ser adaptado por ter muitos personagens e ser bem longo, o que será adaptado? O começo onde os ninjas estão estudando na Vila da Folha? A prova shonin? Ou a busca pelo Sasuke? Espero que não misturem tudo.
A primeira arte conceitual não revela muita coisa, mostra o quarto Hokagi abraçando seu filho, com a Raposa de Nove caudas por detrás. 
Agora é esperar para ver.  

sábado, 9 de dezembro de 2017

O Brasil nos animes e Tokusatsu

Quem está acostumado a assistir animes ou demais séries japonesas já percebeu que vez ou outra os responsáveis acabam homenageando outros países e culturas. Os motivos são muitos desde mercadológicos até o gosto pessoal do criador.
O Brasil já foi representado algumas vezes, em sua maioria pela música ou ao esporte ou pela preferência dos artistas envolvidos. Independente do motivo nesse post vou trazer as referências que os japoneses fizeram ao nosso país.

Personagens Brasileiros

Que melhor maneira de começar se não pelo mangá/anime recordista de vendas e tempo de publicação One Piece. Seu criador Eiichiro Oda afirmou que se One Piece se passasse em nosso universo Luffy (o protagonista) seria brasileiro!
Para Oda sensei Luffy é a representação da liberdade, poucas coisas irritam mais o pirata do chapéu de palha que ser obrigado a viver uma vida burocrática, sem poder ser ele mesmo e se expressar. Para isso ele escolheu o brasileiro como "modelo" para sua principal criação. É uma bela homenagem.
Outra personagem bem conhecida é Aldebaran de Touro, do anime Cavaleiros do Zodíaco, na trama cada cavaleiro veio de um país e/ou foi treinado em uma nação. 
É interessante ver que uma das mais poderosas armaduras (a de ouro) veio do Brasil.
Aldebaran é brasileiro e foi treinado no Brasil, onde conquistou sua armadura, tanto no mangá, como no anime foi dito que apesar de sua aparência (210 cm e 130 kg) Aldebaran é uma pessoa gentil. Analisando ele é um dos caras mais legais do anime.
Marci Saotome
Lembram-se do porque o cavaleiro de touro enfrentou Seiya e companhia? Para ajuda-los a despertar o sétimo sentido, depois de derrotado o mesmo caiu na gargalhada. O cavaleiro está sempre rindo, diferente de outros cavaleiros gélidos.
O anime Musumet - As Justiceiras, exibido no canal Animax trazia três heroínas que se transformavam usando capacetes irradiados por um meteorito. As heroínas tinham como antagonistas três irmãs de nacionalidades diferentes. É isso mesmo três garotas de nacionalidades diferentes, irmãs, que moram no Japão.
Shion Saotome (americana); Kou Saotome (chinesa) e a brasileira Marci Saotome, que ao se transformar evoca o carnaval brasileiro. 
Nem só de piratas e cavaleiros que vive o Brasil,
Kamen Rider Amazon
existe até um Kamen Rider BR, o Kamen Rider Amazon de 1974 Daisuke Yamamoto cai na floresta amazônica e é criado por lá, quando cresce vira um herói cuja transformação é inspirada na piranha.

Daisuke é japonês de nascença, mas foi criado no Brasil o que fala mais alto a genética ou o meio em que a pessoa vive?
Em Goseiger (2010) tem um vilão que assume uma forma chamada Chupa Cabra; a mesma série apresenta outro monstro chamado Brajira (é como os japoneses chamam nosso Brasil) de aparência bem carnavalesca.

Cidades e Lugares

Em Gundan de 1979 a sede da Confederação da Terra fica em um complexo sob o rio Amazonas e a bandeira é quase igual a brasileira: Verde, amarela e azul, com o globo terrestre no lugar do arco estrelado.
Gundan Seed Stargazer, de 2006 trás cenas importantes em Fortaleza, Amapá, Bahia, Brasília e Maranhão. O Brasil também é citado em Gundan 00, como uma nação aliada.
O anime Michiko e Hatchin (2008 - 2009) é ambientado no Brasil, antes de produzir a diretora visitou o Rio de Janeiro e Olinda, pesquisando o país para sua série. O tema de abertura é o samba Paraíso. Mas parece que os brasileiros não conhecem o anime.
Um dos OVAs de Hellsing é ambientado no Rio de janeiro, ali Alucard hospeda-se em um hotel repleto
Michiko e Hatchin
de vampiros nazistas, onde troca tiros com eles destruindo o hotel. É uma das coisas mais violentas e sanguinolentas da história da animação, ou seja mais real impossível.

A mensão mais recente foi no anime Akiba´s Trip (2016) uma comédia amalucada sobre vampiros sensíveis a luz que precisam ser despidos para serem derrotados, totalmente ambientado no bairro de Akihabara (o paraíso nerd no Japão) a exceção é a Amazônia.
Logo nos primeiros episódios um vilão tenta controlar Akihabara usando ondas de rádios, uma das heroínas recorda-se de seu professor, especialista em rádio, faliu e foi refazer sua vida sendo minerador na Amazônia (para quem não sabe a exportação de pedras preciosas é um dos principais motrizes da economia brasileira). 
O Brasil voltou a franquia Kamen Rider no século XXI no filme Kamen Rider 000 Vs Wizard o final é ambientado no Brasil, mais especificamente Rio de Janeiro, com direito a uma rainha de bateria nipônica sambando.
Já o filme Kamen Rider Gain X Wizard de 2013 o Rider Wizard está passeando pela praia de Fortaleza com direito a placas em português indicando o caminho para a capital.
Em Kamen Rider Amazons (2016-2017) a equipe usa como base o Latin Club Leon, recheado de referências ao Brasil como alimentos e cartazes.

Futebol

O futebol brasileiro é muito admirado pelos japoneses, ele já foi citado em Super Campeões (1983-1986) de Yoichi Takahashi, na trama o protagonista Oliver Tsubasa vem para o Brasil jogar pelo São Paulo Futebol clube. 
O grande ídolo de Oliver e responsável por trazer o futuro craque para o tricolor, é Roberto Rongo, ex-jogador aposentado que percebe no garoto um diamante bruto.
Em 2002 outro mangá de Yoichi Takahashi foi
transformado em anime, esse é Hungry Heart - Wild Striker, que chegou a ser exibido no finado Animax, Kyosuke é um delinquente japonês, irmão mais novo do astro da seleção nipônica, o que joga muita pressão em seus ombros.
Desperdiçando seu talento a rapaz é convencido a entrar para o time de sua escola, que conta com dois jogadores estrangeiros: um goleiro filho de japoneses com ingleses e Rodrigo (claramente inspirado no Robinho). O brasileiro é habilidoso, mas fominha e vive zoando os japoneses dizendo que eles não sabem jogar futebol.
Super 11 também trás referências ao Brasil, onde muitos jogadores sonham em vir pra cá. Existe um time que homenageia a seleção com os craques Falcão da Silva e Lagarto Carlos, já percebeu em quem eles são baseados, né?
No anime School Humble (um dos mais engraçados já feitos) faz uma rápida homenagem citando um encontro entre um dos protagonistas com o então técnico da seleção Zico.
Em Assassination Classron Kuro Sensei vem para o brasil, onde fica nos zoando pela derrota para a Alemanha por sete a um. Justo, eu diria.
Quem assistiu Kamen Rider Black RX (1988) na Manchete deve se lembrar do agasalho do Santos. Esse pertence a Toei e apareceu em várias séries: Jiban; Solbrain e Jamperson (1993 e único não exibido no Brasil).

Ayrton Senna

Ayrton Senna de Akira Toriyama
Responda rápido que país idolatra mais Ayrton Senna Brasil ou Japão? O piloto foi escolhido pelo governo japonês como embaixador oficial da Fórmula 1 no país, cargo que ele aceitou com prazer.
Akira Toriyama, criador de Dragon Ball, rendeu várias homenagens ao piloto em  DB com Goku e sua turma na McLaren Honda de Senna, além de escreveu um mangá de um volume acompanhando uma corrida onde Senna venceu seus rivais.
O piloto ainda é homenageado no anime Rozen Maiden (2004) com um pôster no quarto do protagonista e em Kamen Rider Drive a transformação Tipe Formula é inspirada no piloto em sua fase pela willians.
Em Solbrain (1991) ele é homenageado com diversos cartazes em uma oficina mecânica, lembrando que o piloto estava no auge e tinha acabado de ser bi-campeão mundial.

A Música Brasileira

Os japoneses adoram nossa música (ressaltando que funk não é música e eles não conhecem a sofrência) Cowboy Beboop (1998 - 1999) trás três senhores em quase todos seus episódios chamados: Antonio, Carlos e Jobim. 
Os três não tem nenhuma importância para o
Antonio, Carlos e Jobim
desenvolvimento da trama, estão lá apenas para a homenagem do criador, que é fã do compositor.

O anime Wolf´s Rain de 2003 e também exibido pelo saudoso Animax tem uma bossa nova original, composta no japão, mas cantada em português como tema de encerramento. 
Kyoryuger

Nenhuma obra usou tanto a música brasileiro do que o super sentai Kyoryuger de 2013 os heróis inspirados em dinossauros tiram seu poder da Canção da Terra descrito como: "algo que não se controla" inspirado no samba.
A coreografia de transformação se dá após uma sambadinha dos heróis; o líder vermelho ativa o modo "carnival" cheio de plumas e cores. Esse mesmo líder tem uma cena em que viajou ao Brasil, com direito a comer uma coxinha.

quarta-feira, 6 de dezembro de 2017

Perguntas e Respostas sobre o Jaspion

Faz algum tempo que venho planejando um post sobre o Jaspion, ainda mais agora que comecei a falar sobre tokusatsu, o problema é que o Jaspion é muito conhecido e todos os fãs o conhecem. Dependendo da quantidade de visualizações e/ou se houver algum pedido eu escrevo sobre a série.
Para esse post selecioneis curiosidades e perguntas frequentes sobre o seriado, aproveite para tirar as suas dúvidas:

A Toei vai fazer um remake do Jaspion?
Essa é uma das perguntas mais repetidas e ela tem dois embasamentos: três filmes adaptando os primeiros metal hero: Gavan, Sharivan e Sheider; e o filme Space Squad onde o Jaspion foi citado graças a MacGaren ser o vilão do filme.
Então o Jaspion vai ganhar um remake? NÃO! O Gavan foi ressucitado pelo saudosismo, os fãs japoneses que assistiram na época foram agraciados. O Gavan é o Metal Hero mais querido do Japão, é por isso que ele  ganhou dois filmes e apareceu em outros tokusatsus.
A Toei vem revivendo alguns de seus heróis, mas só em participações especiais: como o Jaspion em Space Squad e Jiraya em Ninninger, mas só! Os demais metal heroes (dos quais o Jaspion pertence) não serão adaptados e provavelmente o Jaspion não volta mais.
É verdade que o Jaspion foi um fracasso no Japão?
Não! Esse é um mito da internet, Jaspion foi o quarto metal hero, lançado depois da trilogia Gavan, Sharivan e Shider. As três séries fizeram muito sucesso, muito por ser uma série original e por serem séries que continuam. As três funcionam como uma série só.
Mas e o Jaspion? Ele veio logo em seguida, com um enredo bem diferente e sua audiência foi menor do que as três séries anteriores. 
Jaspion era uma série cara, ambientada sempre em um planeta diferente; seus dois primeiros episódios foram gravados na Rússia.
Com a audiência menor do que o esperado a Toei barateou a série, mudou o horário de exibição e o penteado do Jaspion, mas esteve longe de ser um fracasso. O Metal Hero com menor audiência no Japão foi Metalder e não Jaspion, que teve seu sucesso.
Por que o cabelo do Jaspion mudava tanto?
Primeiro você tem que saber uma coisa, o ator que deu vida ao Jaspion chama-se Hikaru Kurosaki, em sua época muito famoso gravando discos e
participando de doramas (as novelas japonesas), daí você tem uma ideia do investimento da Toei.
O Hikaru sugeriu o black Power, já vi gente falando que esse penteado tinha como objetivo apoiar protestos sobre direitos humanos. Uma grande bobagem de esquerdopata. 
Hikaru sugeriu o penteado para dar um ar selvagem a personagem.
Jaspion foi imaginado como o Tarzan das Galáxias, um garoto criado na selva pelo profeta Edin. Os japoneses não gostaram do pesnteado e a Toei o fez cortar.
As demais mudanças dizem respeito a agenda de Hikaru Kurosaki, em paralelo ao Jaspion ele participava de outros projetos e para cada um deles tinha que cortar o cabelo de maneira diferente.
Por que criaram o Boomerman?
Lembra daquele cara de roupa branca que desejava se vingar do MacGaren e jogava bumerangues? Ele foi introduzido para dar um rosto humano a série.
Se você assistir a Jaspion prestando atenção vai ver que em muitos episódios Hikaru Kurosaki quase não aparece, isso porque ele estava gravando outros projetos, um duble usava a roupa do Jaspion e depois Hikaru dublava.
Boomerman foi interpretado pelo ator Hiroshi Watari, interprete do Sharivan (um grande sucesso no Japão) e o Spielvan, quinto metal heroe, exibido no Japão como Spielvan: Jaspion 2. além de ser famoso, ele dava um rosto humano ao seriado.
É verdade que Jaspion venceu a novela da Globo em audiência?
Não! Isso é um grande exagero, Jaspion deu muita audiência, em média oito pontos, chegando a dar 12 pontos algumas vezes e a Manchete o exibia de duas a três vezes por dia, tentando aumentar o seu ibope.
É verdade que Jaspion foi exibido no horário nobre e roubou alguns pontos da Globo, mas nunca venceu a novela, mesmo assim é um feito.
Jaspion foi influenciado por Star Wars?
Sim! o primeiro episódio trás quase uma réplica do bar em que Obi Wan Kenobi contrata Han Solo, os monstros, o ambiente e o clima de tensão são os mesmo. O vilão máximo Satan Goss é a cara do Darth Vader.
A Miya, aquele porco espinho que auxiliava o Jaspion, era praticamente um Ewok, do Retorno de Jedi.
Os primeiros episódios fazem referências a filmes SCI-FI como o super computador Sakura sendo uma réplica do HAL 9.000 inteligência artificial assassina de 2001 Uma Odisseia no Espaço, de Stanley Kubrick.
Para baratear a produção os episódios foram ambientados no Japão, mas a mitologia espacial continuou.
Satan Goss e Dayleon eram homens fantasiados?
Isso mesmo, muita gente se surpreende e/ou se frustra om a informação acreditando que eles eram feitos em CG ou como robôs. 
Preste atenção quando Satan Goss aparece a câmera filma seus pés, dando a impressão de grandeza; quando o Dayleon aparece ele é filmado de baixo para cima, criando a perspectiva de um gigante. 
Na verdade são dois homens fantasiados sobre uma maquete, essa é a magia do cinema.
O ator que faz o Jaspion é brasileiro?
Esse é um dos maiores boatos da internet brasileira, ele tem dois responsáveis: Jô Sores e a wikipedia, vamos lá:
Quando Jaspion fazia sucesso na Manchete Toshikiko Egashira (descendente de japoneses responsável por trazer Jaspion e Changeman para o Brasil e detentor dos direitos) fez o Circo Show.
Um show, no formato de circo, contando histórias do Jaspion e Changeman, usando uniformes originais cedidos pela Toei (estava tudo no contrato, além das séries ele recebeu material para divulgação).
O Circo Show fez tanto sucesso que o Jô Soares entrevistou um dos atores dessa apresentasão, que é descendente de japonese, Jô fez o favor de terminar a entrevista dizendo que acabou de entrevistar o Jaspion!
Anos depois alguém viu a entrevista e escreveu na página da wikipedia que o ator que fez o Jaspion era brasileiro, como a maioria das pessoas são preguiçosas e copiam informação da wikipedia o boato se propagou.
Não está convencido? Escrevi lá em cima que o ator que viveu o Jaspion era uma estrela da época, Hikaru Kurosaki, cantor e ator japonês.

sexta-feira, 1 de dezembro de 2017

Angélica Woicichoski

O seu presente de natal!

Fica fácil entender porque essa linda gaucha tem o apelido de Angel, vai me dizer que  você não se sente no céu ao olhar para essa linda loira.
Natural de Estrela (RS) Angélica é uma pessoa muito verdadeira, apaixonada por doces e liberdade. Ela afirma que sua maior loucura foi trocar a segurança do lar materno pela liberdade.
Além de modelo a moça também estuda psicologia e tem um sonho de consumo: "um Audi R8 Spyder branco V10 5.2",  simples, romântica e recatada a moça guarda suas experiências mais picantes para si: "segredinho". 
Segundo ela a melhor maneira de enlouquecer um homem na cama é: "Deixar o momento e o tesão te levarem. Sem medos, sem pudores. Entrega total". sobre qual a sensação em ser muito gostosa ela dispara: "GOSTOOOSA!". A parte preferida de seu corpo são os seios (concordam?).
Sobre o Natal, a loira diz que é sinônimo de união e não passa longe da família, sobre um pedido ao Papai Noel ela é simples e singela"Ganhar na Mega da Virada (risos)".














Perfil
altura: 173 cm
Busto: 92 cm
Cintura: 68 cm
Quadril: 98 cm

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...